Brasil

22 anos sem Ayrton Senna

Redação
Escrito por Redação

No dia 1º de maio de 1994, o Brasil chorava a morte do piloto Ayrton Senna,um dos seus maiores ídolos. O tricampeão mundial de Fórmula 1 se preparava para uma curva na sétima volta do Grande Prêmio de San Marino, na Itália, quando bateu contra o muro. A morte de Senna foi anunciada quatro horas depois pela equipe do hospital de Bolonha.

O piloto continua a ser inspiração para muita gente e o seu legado vai além do esporte. Senna sempre foi preocupado com os problemas sociais e dedicado em ajudar o próximo. Esse seu legado ainda permanece no Instituto Ayrton Senna, uma organização não governamental que ajuda a levar educação de qualidade para as redes públicas de ensino no Brasil.

Neste domingo, 1, pilotos e equipe das Fórmula 1 homenagearam nas redes sociais o piloto brasileiro, morto em acidente no Grande Prêmio de San Marino. O tricampeão mundial conquistou título da Fórmula 1 nos anos de 1988, 1990 e 1991, sempre pilotando uma McLaren.

Confira as homenagens:

O piloto brasileiro Felipe Massa postou em seu Facebook um vídeo relembrando as corridas de Senna.
A equipe Williams, última escuderia defendida pelo brasileiro, escreveu: “Uma verdadeira lenda #NuncaEsquecido Ayrton Senna 1960-1994”. A escuderia traz um “S” de Senna no bico de todos os seus carros desde o acidente fatal.

O piloto inglês Lewis Hamilton, postou um foto e disse que o brasileiro era sua inspiração.

A McLaren também fez sua homenagem com a legenda: “Corredor, campeão, lenda. Foi-se muito cedo, mas sempre está em nossos corações. Descanse em paz, Ayrton Senna. #LembreSenna”.

A namorada de Ayrton Senna à época, Adriane Galisteu, também usou as redes sociais para homenageá-lo e escreveu: “Deus é forte, ele é grande e quando ele quer, não tem quem não queira. Ayrton Senna #sennaforever”

Senna é lembrado até hoje no automobilismo.

Senna é lembrado até hoje no automobilismo.

(O Povo)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.