Esportes

2ª Copa Jump de Futsal começa com louvor e show de gols no Clube do Trabalhador

Os artilheiros balançaram as redes 18 vezes/Foto: Divulgação
Os artilheiros balançaram as redes 18 vezes/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Os artilheiros balançaram as redes 18 vezes/Foto: Divulgação

Os artilheiros balançaram as redes 18 vezes/Foto: Divulgação

A 2ª Copa Jump de Futsal, uma das maiores competições evangélicas da modalidade no Amazonas, deu largada na manhã deste domingo, 11 de setembro, no ginásio Domício Velloso da Silveira, no Clube do Trabalhador do Amazonas. Em clima de louvor, as artilheiras e os artilheiros balançaram as redes 18 vezes, proporcionando a média de seis gols nos três jogos realizados.
No primeiro jogo, valendo pelo torneio Feminino, o Peniel goleou o Amadinhas por 4 a 1. Géssica foi o grande nome da partida ao marcar dois gols, enquanto Beatriz e Polly completaram o placar para a equipe do técnico Thiago Felipe. O Amadinhas diminuiu com Glenda.

Ex-jogadores profissionais em ação…
No segundo jogo, valendo pelo Masculino, o Padrão fez valer o talento do elenco repleto de ex-jogadores profissionais e antecipou a Páscoa, aplicando um “chocolate” de 8 a 1 no MAG. Drawlid, ex-Nacional, foi o artilheiro da equipe ao marcar três gols. Reginaldo, ex-São Raimundo, marcou um gol. A conta foi fechada com Leandro (2) e Cleusomar. O MAG fez o gol de honra com Jorge.

O Padrão também tem no seu elenco o ex-jogador Marquito, com passagem pelo Guarani-SP e Chapecoense, e conhecido no meio evangélico como Apóstolo Monteiro. Ex-São Raimundo e Sul América, Wilison é outro craque baré no grupo do Padrão.

Também valendo pelo torneio Masculino, o terceiro jogo foi marcado pela vitória do Meninos da Vila sobre o Atalaia por 4 a 0. O triunfo foi construído com gols de Erivaldo (2), Matheus e Wellington.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Números da competição
De acordo com um dos organizadores, Pastor Ruy Barbosa, a 2ª Copa Jump de Futsal vai contar com 58 equipes, sendo 51 do Masculino e sete do Feminino. O campeão do Masculino receberá R$ 3 mil e o vice R$ 1 mil. No Feminino, o campeão embolsará R$ 700 e o vice R$ 300.

O que é Jump?
Jump é a sigla para denominar o projeto Jovens em Unidade Multiplicando Poder, ligado ao Ministério Internacional da Restauração (MIR). O campeonato conta com arbitragem da Federação Amazonense de Futsal (FAFs).

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.