Amazonas Colunas

A corrupção venceu a esquerda? – por Abel Alves

Abel Alves é pré-candidato a uma vaga de vereador em Manaus, pelo PPS.
Abel Alves é pré-candidato a uma vaga de vereador em Manaus, pelo PPS.
Redação
Escrito por Redação

NÃO! Senhores, a corrupção venceu alguns ‘esquerdistas’, que foram longe demais, elegendo-se até senador no nosso Amazonas, em conluio com outras forças apodrecidas e que teimam em se manter no poder.

O 2 de outubro, próximo, será um marco na política do país – espero que aqui também – onde a ética e coerência haverão de se dar às mãos.

Não é este o lugar para o debate, mas o parlamento, o que restar de eleitos na pureza de seus ideais consequentes, dos agentes sociais, pensadores e formuladores de um novo caminho, na junção de uma ‘nova esquerda’, depurada da corrupção, do engordo, da prepotência, do descrédito que nos jogaram os ‘falsos profetas’ que, melancolicamente, – com muito sofrimento dos que acreditaram – se vão, mas que nos jogaram no ‘lixo’ da história.

Abel Alves é pré-candidato a uma vaga de vereador em Manaus, pelo PPS.

Abel Alves é pré-candidato a uma vaga de vereador em Manaus, pelo PPS.

Como pré-candidato a vereador por um partido histórico, o PPS, herdeiro legítimo dos ideais socialistas do velho Partidão, testado e formado na clandestinidade dos porões da eterna Faculdade de Direito do Recife, Casa de Heliodoro Balbi, o ilustre conterrâneo e de Tobias, nos propomos a juntar os cacos da esquerda consequente, almejando um dia ela possa governar Manaus.

Essa será uma das nossas bandeiras e do PPS. Por favor, não nos confundam com o passado corrupto.

*Abel Alves é desembargador aposentado e político.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

1 comentário

  • Queria saber quando é que nos vamos acreditar o que esses candidatos falam, quando será que haverá realmente ética em nossos representantes que visam o lado deles e por último ficamos a ver navios e nada acontece. Nosso transporte precário etc.
    VAMOS GENTE, VAMOS MOSTRAR QUE PODEMOS TIRÁ-LOS DO PODER EM OUTUBRO VAMOS LÁ

error: Ops! não foi dessa vez.