Política

A maioria dos líderes do Congresso têm ocorrências judiciais

As acusações envolvem tentativa de homicídio, corrupção e formação de quadrilha.
Redação
Escrito por Redação
As acusações envolvem tentativa de homicídio, corrupção e formação de quadrilha.

As acusações envolvem tentativa de homicídio, corrupção e formação de quadrilha.

Vinte um dos 39 parlamentares escolhidos como líderes de bancadas no Congresso Nacional possuem ocorrências judiciais. As penalidades incluem condenações, processos em andamento e inquéritos em investigação.

De acordo com apuração do UOL, 12 líderes da Câmara têm ocorrências no Judiciário, enquanto no Senado, nove têm ocorrências, num total de 13 políticos na liderança. Isso quer dizer que 53,8% dos políticos que lideram bancados no Congresso enfrentam problemas com a Justiça.

As acusações envolvem tentativa de homicídio, corrupção e formação de quadrilha.

Confira os parlamentares com pendências na Justiça.

André Moura (PSC-SE), líder do governo

Weverton Rocha (PDT), líder do PDT na Câmara

Aelton Freitas, líder do PR

Júnior Marreca, líder do PEN-MA

Luis Tibé, líder do PTdoB

Baleia Rossi, líder do PMDB na Câmara

Marco Feliciano, líder do PSC na Câmara

Alfredo Kaefer, líder do PSL

Genecias Noronha, líder do Solidariedade na Câmara

Aguinaldo Ribeiro, líder do PP

Daniel Gomes de Almeida, do PCdoB da Bahia

Rogério Rosso, líder do PSD

NO SENADO

Lindbergh Farias, do PT do Rio de Janeiro e líder na minoria no Senado

Aloysio Nunes Ferreira, do PSDB de SP

Cássio Cunha, líder do PSDB no Senado

Wellington Fagundes, líder do PR

Eduardo Amorim, líder do PSC

Omar Aziz, líder do PSD no Senado

Acir Gurgacz, líder do PDT no Senado

Elmano Férrer, líder do PTB

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.