Formal & Informal

‘Abaixo Assinado’ pede a cassação do prefeito Xinaik Medeiros

Xinaik Medeiros se apresenta ao MPE-AM/Foto: Diego Jonatã
Xinaik Medeiros se apresenta ao MPE-AM/Foto: Diego Jonatã
Redação
Escrito por Redação

Começa a circular hoje, no município de Iranduba, um abaixo-assinado pedindo aos vereadores, a cassação do prefeito, preso por corrupção, Xinaik da Silva Medeiros, acusado de desviar R$ 56 milhões do erário.
De acordo com Paulo Onofre, coordenador do abaixo-assinado pedindo a cassação de Xinaik, que se encontra preso em Manaus, em uma ação comandada pelo Ministério Público, Polícia Federal e Polícia Civil, o fato foi amplamente divulgado pela imprensa e redes sociais, com riqueza de detalhes, sendo destaque na mídia em todo o Brasil. “Vamos mobilizar todos os cidadãos de bem deste município, envolvendo as instituições, associações de moradores e a sociedade civil organizada. O que o prefeito Xinaik Medeiros fez com o povo irandubense foi traição e não merece mais sentar no banco da prefeitura para comanda o destino do município”, completa Paulo.

Veja, a seguir, o teor do abaixo-assinado:

“Nós, representantes do povo de Iranduba, que outorgamos poderes aos vereadores desse Município, pelo voto direto, para que nos representem no funcionamento do Poder Legislativo (Câmara Municipal de Iranduba – CMI), convocamos, presentemente, os mesmo vereadores para que, em nome da população de Iranduba, adotem as providências para, a maior brevidade, cassem o mandato do Prefeito Xinaik da Silva Medeiros, já que a prisão do mesmo, juntamente com outros asseclas, deu-se em forma de flagrante delito, por crime continuando, o que anula quaisquer dúvidas, ou falta de esclarecimento, sobre a autoria e a materialidade dos crimes praticados, passando a instrução processual a uma simples formalidade legal, o que deixa evidente a condenação inevitável do prefeito, não se podendo permitir que o prefeito preso use, ao seu favor, o único remédio que lhe resta: o passar do tempo.

Considere-se, a favor da pretensão (cassação do prefeito) do povo Irandubense, alguns detalhes relevantes da ação policial do grupo tarefa que efetuou as investigações e as prisões: a riqueza de informações precisas sobre a ação da quadrilha que assaltou os cofres da prefeitura; a definição objetiva da participação de cada um dos meliantes; as provas legítimas e irrefutáveis da ação criminosa, que representa, por si só, a inevitabilidade da condenação; a falsa segurança dos malfeitores, especialmente do prefeito, da impunidade; finalmente, a certeza de que o retorno do prefeito ao poder é fator de possibilidade de que a quadrilha continuará assaltando os cofres da combalida municipalidade, dado o valer atual dos assaltos no valor de R$ 56 milhões de reais.

Todo morador de Iranduba, que se preocupa com o bem e o desenvolvimento de nosso município, que deseja ver resolvidos ou minimizados os problemas sociais e que, finalmente, não comunga com as ações criminosas contidas pelas autoridades policiais, deve assinar este Abaixo-Assinado (pondo o número de sua Identidade e Titulo de Eleitor), documento, este, que será encaminhado ao presidente da Câmara Municipal de Iranduba (CMI), ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TER-Am), aos Ministérios Públicos do Estado do Amazonas e Federal, ao governador do Estado do Amazonas, ao presidente da Assembleia Legislativo do Amazonas (ALE-Am) e a todos os Órgãos de Imprensa de Manaus”. (Paulo Onofre).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.