Brasil Saúde

Ação contra Aedes vai visitar 3 milhões de casas no sábado, anuncia Aldo Rebelo

Ministro Aldo Rebelo, da Defesa, anuncia a mobilização/Foto: Divulgação
Ministro Aldo Rebelo, da Defesa, anuncia a mobilização/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O governo federal fará uma operação contra o recente surto do vírus da zika no país e está preocupado com a saúde da população brasileira e também de visitantes estrangeiros, incluindo os atletas que competirão nos Jogos Olímpicos do Rio neste ano, disse o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, hoje, quinta-feira.
O ministério prepara ação envolvendo 220 mil homens das Forças Armadas para visitar, no sábado, cerca de 3 milhões de casas informando e mobilizando a população para prevenir a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor do vírus da zika e também da dengue e da febre chikungunya.

“Nós temos uma necessidade de proteger a nossa população e de proteger também os que visitam o país, os turistas, os atletas e as atletas que participarão dos Jogos Olímpicos”, disse Aldo a jornalistas.

“A principal preocupação dos governos federal, dos governos estaduais e das prefeituras é com a saúde da população, principalmente no caso das pessoas que estão mais expostas aos riscos, que são as mulheres em período de gravidez. E também uma preocupação com aqueles que visitam o Brasil”, afirmou.
A partir de sábado

Na ação de sábado, os militares baterão à porta das casas junto com os agentes do Ministério da Saúde, aplicando larvicidas em caixas d’água e demais reservatórios se necessário.

Os ministros, secretários executivos e outras autoridades federais também participarão da ação, que será realizada em vários estados. Aldo Rebelo participará da campanha em São Paulo, onde se encontrará com o governador Geraldo Alckmin, no município de Campinas.

A ação vai mobilizar todos os órgãos do governo federal e ocorrerá em mais de 350 municípios do país. O objetivo é conscientizar a população da importância de eliminar os nascedouros do mosquito.(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.