Amazonas Esportes

Adeco-SP vence Iranduba e conquista I Liga de Futebol Feminino Sub-20

As campeãs da Adeco-SP/Foto: Mauro Neto
As campeãs da Adeco-SP/Foto: Mauro Neto
Redação
Escrito por Redação

O primeiro título de uma equipe feminina na Arena da Amazônia ficou com a equipe da Adeco-SP. O time paulista venceu por 1 a 0 as meninas do Iranduba, até então invictas, e sofreram a primeira derrota justamente na final da I Liga de Futebol Feminino Sub-20, na noite de ontem, sexta-feira (24), com o gol solitário de Beatriz que garantiu o título diante de um público  recorde no futebol feminino, com 17.322 torcedores.

Para o técnico do Iranduba, Jose Said, o vice-campeonato foi resultado do único lance de perigo da Adeco e falta de sorte na finalização da equipe amazonense.

“A gente teve as oportunidades de fazer, mas não conseguimos. Infelizmente só sai um vencedor. A Adeco conseguiu o resultado positivo e está de parabéns. Metemos bola na trave, a bola não entrou e a Adeco conseguiu achar esse gol. Futebol é assim mesmo”, declarou o treinador do Iranduba.

Já o técnico da Adeco, Jonas Urias, o título diante do público que superou Iranduba e Corinthians, até então de pouco mais de oito mil presentes, pela segunda fase do Campeonato Brasileiro Feminino, vai ser inesquecível.

“Foram quase 20 mil pessoas no estádio e sair com a vitória dentro do jogo é um marco, é histórico. Esse jogo agradou os olhos de todos que viram o jogos. Nos sentimos em casa aqui em Manaus, nos trataram bem desde o avião e com certeza Manaus é a capital do futebol feminino”, afirmou o treinador emocionado.

Recorde quebrado

A decisão na Arena da Amazônia entrou para a história do futebol brasileiro, uma vez que o público registrado bateu o recorde nacional de espectadores numa competição de clubes, superando os 12.300 de Saad X Cresspom, em 2007.

“É maravilhoso ver tanta gente reunida na Arena da Amazônia por um time local. O Iranduba não conquistou a taça, mas fez mais que isso, resgatando a confiança e conquistando o torcedor amazonense. Parabenizo as Guerreiras do Hulk e todos àqueles que trabalham em prol da equipe. Hoje o Amazonas mostra ao País inteiro que gosta de futebol, que tem futebol e escreve seu nome no futebol feminino”, afirmou o titular da Sejel, Fabricio Lima.

De empolgar

Em busca do título inédito, as duas equipes não esperaram para se estudar em campo. O primeiro lance de perigo veio ainda no primeiro minuto. Amanda cruzou para a área do Iranduba, mas a atacante Juliana não conseguiu mandar para o gol do Hulk. No lance seguinte, foi a vez do time amazonense. Em cobrança de falta, Larissa mandou nas mãos da goleira.

Com mais disposição e posse de bola, a equipe amazonense soube explorar as jogadas pelo lado esquerdo. A primeira com Kelen que chutou prensada e a outra com Elisa que chutou por cima, após Bruna criar uma boa jogada pela lateral.

Mesmo sob forte marcação, a equipe da Adeco ainda tentou com Geyse que invadiu pela direita, entrou na grande área e chutou cruzado. A bola percorreu toda a pequena área da goleira Renatinha.

Apesar do total domínio no primeiro tempo, as meninas do Hulk não conseguiram marcar. Kelen tentou de fora e a goleira Carla defendeu, e em dois lances de perigo, Micaelly fez o torcedor explodir. O primeiro com um chute de fora da área, e o outro num chute de longa distância que explodiu no travessão da Adeco.

Oportunidade não desperdiçada

Os últimos 45 minutos finais acenderam ainda mais os ânimos das jogadoras que partiram para o ataque. O único lance de perigo da Adeco veio com o gol de Beatriz, aos 34 minutos. A meia recebeu na área e tocou na saída da goleira Renatinha. O gol calou momentaneamente o público, que viu a atacante Milena chutar e a bola ser defendida com o pé pela goleira Carla.

Aliança-Go desbanca o Vasco

Na disputa do terceiro lugar, a equipe do Aliança-GO venceu o Vasco por 2 a 1. O time do estado de Goiás conseguiu abrir o placar ainda no primeiro tempo com a camisa 7, Vanessa. No segundo tempo, Nicole ampliou o placar. O Vasco ainda conseguiu descontar com Mariana, mas não conseguiu chegar ao empate.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.