Amazonas Economia

Afeam implanta agendamento online no Banco do Povo, para atender demanda

Banco do Povo muda sistema de atendimento/Foto: Nathalie Brasil
Banco do Povo muda sistema de atendimento/Foto: Nathalie Brasil
Redação
Escrito por Redação

Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), gerenciadora do programa de microcrédito Banco do Povo, considerando a alta demanda por financiamento, decidiu mudar o sistema de agendamento e ampliar a capacidade de atendimento.

Agora, o agendamento para o primeiro atendimento é online, através do site do órgão, e o número de vagas para a entrevista e palestra, primeiro estágio do processo de financiamento, aumentou de 49 para 90 vagas por dia, com um dia a mais na semana dedicado a esta etapa do processo.

De acordo com o presidente da Afeam, Evandor Geber, o programa, que no próximo dia 31 de março completa um ano, tornou-se o carro-chefe dos empréstimos na Afeam, atraindo um número grande de interessados. “Em razão desse sucesso, nós tivemos uma demanda muito grande aqui, em torno de 400 a 500 pessoas por dia e a capacidade de atendimento da Afeam não comporta tudo isso. Então, montamos um agendamento online”, justificou, ao ressaltar que a capacidade para o primeiro atendimento após a fase de agendamento também vai dobrar a partir da próxima segunda-feira, dia 7 de fevereiro.

No site da Afeam: www.afeam.am.gov.br, o cliente acessa o link do Banco do Povo e faz o seu cadastro e já tem o dia e hora marcados para comparecer ao órgão. Segundo o Evandor Geber, a mudança trouxe mais conforto ao cliente e mais tranquilidade ao balcão de atendimento.

Lançado no ano passado pelo governador José Melo para incentivar a abertura e expansão de pequenos negócios na capital e no interior, além de fomentar a criação de emprego e renda, as operações do Banco do Povo já representam 60% do valor do crédito liberado pela Afeam. De R$ 136 milhões financiados no ano passado, R$ 78 milhões foram para o programa de microcrédito. Desse total, a maioria do crédito foi para o interior do Estado, o que, na avaliação dos técnicos da Afeam, ajudaram a movimentar a economia nos municípios.

A facilidade dos empréstimos, que não exige muita burocracia, e o valor dos juros são os principais atrativos do Banco do Povo, que tem como foco principal trabalhadores autônomos, produtores rurais, microempreendedores individuais (MEI), profissionais liberais e Micro e Pequenas Empresas (MPE). O valor do financiamento varia de R$ 500 a R$ 15 mil, com prazo de até 24 meses e carência de até três meses para capital de giro. No caso de investimento fixo e misto, o prazo vai até 48 meses e até seis meses de carência.

Empreendedores – Foram estas facilidades que encorajaram o marceneiro Vicente Brandão a tomar R$ 7 mil emprestado para ampliar e mudar o foco da pequena marcenaria que tem em casa. “Hoje, a gente está expandido. Mudei o foco da atividade e estou trabalhando com o mercado de eventos, que está em alta. Também pretendo contratar, no mínimo, mais duas pessoas para me ajudar”, disse o marceneiro. O negócio, segundo ele, já teve um aumento de 50% no faturamento em três meses.

Outra que também abraçou a oportunidade e viu seu pequeno negócio crescer foi Antônia Mara Gusmão, que tomou emprestado R$ 3 mil para ampliar a mercearia de onde tira o sustento da família. Segundo ela, o que mais a impressionou foi a facilidade na tomada do crédito. “Não tem burocracia. Achava que seria difícil, mas não foi e os juros são muito baixo. Vale a pena”, atestou a comerciante.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.