Formal & Informal

Agora está sobrando dinheiro no Boi de Parintins

boi-2016
Redação
Escrito por Redação

A choradeira geral dos diretores de Garantido e Caprichoso acabou valendo a pena e o 51º Festival Folclórico de Parintins vai ser realizado neste fim de semana, isso apesar dos cortes deste ano feito pelo Governo do Estado por causa da crise.

Certamente os diretores dos dois bumbas hoje estão rindo á toa porquê de uma hora para outra, apareceu dinheiro – e muito dinheiro – para os dois Bois. Só o Governo Federal destinou R$ 4 milhões.

Ainda nesta semana, a Vara do Trabalho, em Manaus, determinou a liberação de R$ 1,2 milhão do boi Caprichoso e R$ 1,5 milhão do boi Garantido, que estavam bloqueados. E Prefeitura de Parintins, apesar de ainda não divulgar, também com mais recurso.

Com muita notícia boa sobre dinheiro que apareceu de última hora de tudo quanto é lado, as informações que chegam da ilha tupinambarana é de que os dirigentes do boi estão rindo à toa até porque vão poder gastar antes, durante e até depois do festival.

A fartura com o dinheiro público gerou muitos comentários na própria cidade de Parintins, em Manaus, mas a grande repercussão mesmo foi nas redes sociais.

Em Parintins, muitas pessoas criticaram a “farra” com o dinheiro público. A comparação principalmente é com a suntuosidade do festival enquanto a cidade, segundo a população, padece com a falta de infraestrutura.

O próprio juiz do trabalho Aldemiro Danta fez críticas da forma como os dirigentes de Garantido e Caprichoso tratam a questão em relação a prestação de contas dos dois bois. Segundo o magistrado, as diretorias dos bumbás não honraram compromissos com a Vara trabalhista firmados em audiências no ano passado. “Isso acontece todos os anos, nós temos várias ações contra os dois bois em Parintins, muitas com acordo, os advogados vêm aqui na audiência, fecham acordos, marcam pagamentos e não pagam, esquecem de pagar o que foi acordado, então o passo seguinte é fazer o bloqueio do dinheiro”, afirmou.

O Governador José Melo é outro que não está muito contente com tudo que vem ocorrendo lá pelas barrancas de Parintins, tanto que mandou um recado ao prefeito Alexandre da Carbrás dizendo que não iria mandar ninguém representar o Governo do Estado e sugeriu que o camarote do Governo do Estado no bumbódromo permanecesse lacrado durante os três dias de festa.

Se neste ano a realização do festival só foi garantida graças aos esforço de última hora, principalmente, de políticos como o senador Omar Aziz, o deputado Bosco Saraiva, dentre outros, a
Expectativa para a realização do festival no ano que vem não são nada boas. Isso porque 2017 não será ano eleitoral e quero vê esses políticos moverem “uma palha” para realizarem o evento.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.