Amazonas Educação

Alunos do Programa Soft-Am desenvolvem aplicativo para facilitar vestibulandos

Equipe desenvolvedora do aplicativo/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Uma das grandes dificuldades enfrentadas pelos alunos do ensino médio, é a preparação para o vestibular, e a internet é o primeiro lugar onde os alunos se encaminham para poder estudar assuntos difíceis.

Nesse sentido, um grupo de alunos do Programa de Formação de Desenvolvedores de Software do Interior do Amazonas (Soft-AM), realizado em Manacapuru, a 70 km de Manaus, desenvolveu o aplicativo chamado G.R.E.T.G Vestibulando, cujo objetivo de facilitar a busca por assuntos que constaram no vestibular. O programa, é uma parceria entre Fucapi, Governo do Amazonas e empresa TPV, que financia a iniciativa em Manacapuru e, também, em Itacoatiara.

A sigla G.R.E.T.G é a junção da primeira letra do nome de cada um dos desenvolvedores, que são os alunos do 2º ano do ensino médio, Gabriel Souza, Raylane Franco, Elton Andrade, Guilherme Melo e Thailson Clementino.

O aluno líder do projeto, Guilherme Melo, contou que a ideia de desenvolver este aplicativo surgiu com o intuito de ajudar outras pessoas. “Queríamos criar um aplicativo não só para nos ajudar, mas que contribuísse também com os alunos e professores de escolas do ensino médio como um suplemento adicional fora os livros e pesquisas efetuadas na internet, sendo assim, o aplicativo seria uma ferramenta de estudo em casa ou em qualquer lugar, pois é um aplicativo off-line, com o este aplicativo queremos estimular o aluno por meio da tecnologia para um melhor aprendizado externo da escola”, disse.

O aplicativo foi desenvolvido no período de quatro meses e de acordo com outro integrante do grupo e também desenvolvedor do aplicativo, Elton Andrade, a experiência de criar um aplicativo foi muito positiva. “Foi algo novo, mas ao mesmo tempo muito prazeroso, é como diz o ditado: a prática leva a perfeição e com a prática, eu pude aprender várias coisas que foram ditas em sala de aula”, declarou.

Um dos professores que acompanhou o trabalho dos alunos, o professor Deyvid Marinho, disse que trabalhos como o G.R.E.T.G são provas do talento existente em Manacapuru. “Em oito meses, acompanhamos e participamos da evolução de muitos adolescentes, e o principal, tivemos a oportunidade de mostrar, que o interior do Amazonas possui grandes talentos. Agradecemos a todos pela oportunidade de ter participado deste grande trabalho, e que ainda, grandes frutos serão gerados no município de Manacapuru”, afirmou.

 Sobre o Programa

Lançado em 2014, o Soft-AM é direcionado a estudantes do 9º ano do ensino fundamental, médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), sendo pré-requisito para a participação que oaluno interessado tenha conhecimentos básicos de informática e resida nos municípios de aplicação do projeto: Manacapuru ou Itacoatiara (seja em zona rural ou urbana).

Com o programa, além de propiciar aos estudantes a aquisição de novos conhecimentos, o Governo do Estado, a Fucapi e a empresa TPV buscam incentivar a formação de novos profissionais para atuarem no segmento tecnológico. Por meio do programa, os jovens recebem uma carga de incentivos que possibilita a aquisição de conhecimentos na área de desenvolvimento de Software e, consequentemente, o preparo para atuação em novas frentes de atividade profissional.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.