Amazonas Destaques Política

AM tem atuação destacada na Promoção do Desenvolvimento Sustentável Mundial, diz Melo

José Melo na solenidade de hasteamento de bandeira DS/Foto: Roberto Carlos
Redação
Escrito por Redação
José Melo na solenidade de hasteamento de bandeira DS/Foto: Roberto Carlos

                   José Melo(C) na solenidade de hasteamento de bandeira DS/Foto: Roberto Carlos

Na solene de hasteamento da bandeira dos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável (DS), o governador do Amazonas, José Melo, enfatizou a construção da Matriz Econômica Sustentável como uma das medidas que culmina com os esforços mundiais para a promoção do desenvolvimento sustentável, solenidade que marca a passagem de um ano de adoção da “Agenda 2030”, que trata da implementação de ações, por todos os países do mundo, para erradicar a pobreza e proteger o meio ambiente, pelos próximos 15 anos.
A solenidade aconteceu, hoje, segunda-feira (26), na sede do Governo, com a presença da primeira-dama Edilene Gomes e dos secretários de Estado. Acordada pelos 193 estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU), em setembro do ano passado, a agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável é baseada em cinco eixos de atuação: Planeta, Pessoas, Paz, Prosperidade e Parcerias.

“O Estado do Amazonas tem 90% de sua cobertura vegetal intacta e o maior potencial de água doce disponível do mundo. E o nosso Estado se associa a esse grande projeto em que as nações unidas unem todos os seus esforços para tentar solucionar os problemas comuns de todos os povos”, comentou o Governador.

A agenda reconhece que para acabar com a pobreza é necessário ter um plano que promova o crescimento econômico e responda a uma série de necessidades sociais. Nesse contexto, o Governador José Melo enfatizou a construção da matriz econômica sustentável que visa dar alternativas de desenvolvimento socioeconômico ao Estado. “A matriz vai dar exemplo de sustentabilidade e assegurar aos povos que vivem, principalmente os indígenas e ribeirinhos, condições de acessar às políticas sociais na saúde, educação e segurança. E mais ainda o Amazonas se associa a esse esforço mundial pela paz e pela preservação da natureza”.

Desde a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento em 1992, no Rio de Janeiro, o mundo identificou um novo caminho para o desenvolvimento sustentável. O conceito reconhece que o desenvolvimento econômico deve ser equilibrado com um crescimento que responda às necessidades das pessoas e proteja o meio ambiente.

Objetivos – Em setembro de 2015, mais de 150 líderes mundiais estiveram na sede da ONU, em Nova York, para adotar formalmente uma nova agenda de desenvolvimento sustentável. Conheça os 17 objetivos:

Objetivo 1: Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares;

Objetivo 2: Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável;

Objetivo 3: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades;

Objetivo 4: Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos;

Objetivo 5: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas;

Objetivo 6: Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos;

Objetivo 7: Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos;

Objetivo 8: Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos;

Objetivo 9: Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação;

Objetivo 10: Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles;

Objetivo 11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis;

Objetivo 12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis;

Objetivo 13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos;

Objetivo 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável;

Objetivo 15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade;

Objetivo 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis;

Objetivo 17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Autoridades presentes à solenidade na sede do Governo/ Foto: Joel Arthus

Autoridades presentes à solenidade na sede do Governo/ Foto: Joel Arthus

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.