Saúde

Amazonas atinge meta global de vacinação da campanha contra a gripe

vacina
Redação
Escrito por Redação

O Amazonas encerrou a campanha de vacinação contra a gripe com uma cobertura global de 81,38% da população-alvo estimada para ser alcançada nesta ação. A meta fixada pelo Ministério da Saúde era 80%. No total, foram aplicadas 698.190 doses da vacina no Estado, segundo balanço parcial divulgado pelo “vacinômetro” do Ministério da Saúde, nesta sexta-feira (5), último dia da campanha em todo o País.
No Amazonas, como a campanha teve início com uma semana de antecedência, o encerramento oficial aconteceu na última quarta-feira, em virtude do feriado prolongado. Além do Amazonas, apenas outros quatro estados brasileiros chegaram a esta sexta-feira com a meta de cobertura vacinal alcançada: Amapá (89,4%), Paraná (83,5%), Santa Catarina (82,2%), Espírito Santo (81,8%).

 
“Embora a campanha esteja oficialmente encerrada, os municípios que ainda tiverem vacina devem continuar imunizando as pessoas integrantes dos grupos prioritários que não tenham comparecido à unidade de saúde para receber a proteção anual contra a gripe”, disse o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim.

 
O número total de doses aplicadas no Amazonas ainda deve ser atualizado, pois algumas equipes que atuam em comunidades rurais do interior ainda farão a inserção dos dados no sistema, no decorrer da próxima semana. “Quando fecharmos estes números, na próxima semana, poderemos detalhar com exatidão a cobertura alcançada em cada um dos grupos prioritários, entre aqueles que foram alvo da campanha”, disse o diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque.

Os dados parciais apontam que a maior procura pela vacina foi por parte das puérperas, com 100% dessa população imunizada; idosos, com 96,78%; trabalhadores da saúde, com 95,69%; crianças, com uma cobertura de 80,56%; gestantes, com 71,43%; e indígenas, com 58,61%. “Cabe ressaltar, no caso dos indígenas, que muitas equipes ainda não retornaram das áreas onde vivem essas populações, para inserir os dados no sistema de informação sobre as doses aplicadas”, frisou Bernardino.

A próxima grande campanha de vacinação programada para este ano é a que previne contra a Poliomielite (paralisia infantil), prevista para ocorrer no mês de agosto e que tem como público-alvo as crianças menores de cinco anos de idade.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.