Entretenimento

Anitta grava campanha de Carnaval contra HIV

anitta-campanha-hiv
Redação
Escrito por Redação

A Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (CEDS) e a Secretaria Municipal de Saúde, órgãos da Prefeitura do Rio de Janeiro, lançam nesta quinta-feira (4), uma ação de prevenção e conscientização sobre as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) com a participação da cantora Anitta. Com a campanha “Vamos dar um Bang no HIV”, a campanha pretende conscientizar a população para o uso dos preservativos a fim de evitar a contaminação pelo vírus HIV e outros que possam ser transmitidos por vias sexuais, como HPV, sífilis, gonorreia, hepatite B e C.
Durante o carnaval, serão distribuídos 300 mil preservativos (masculinos e femininos) além de gel lubrificante.

Segundo nota da CEDS, é exatamente nos dias de folia do Carnaval que é registrado um pico nos índices de infecção por HIV. A escolha da cantora foi estratégica, por ela ser uma grande comunicadora com um público de diversos recortes de gênero e faixas etárias. “Temos uma preocupação em todos os nossos trabalhos, seja de prevenção ou de intolerância, de buscar uma linguagem mais moderna e com isso efetiva, que fale direto ao cidadão. Preocupa-nos demais o constante aumento de infecção na mesma faixa etária independente de orientação sexual ou identidade de gênero”, explica Carlos Tufvesson, coordenador especial da Diversidade Sexual.

Segundo dados do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, há dez anos os jovens de 13 a 19 anos fazem parte do segmento populacional mais infectado pelo vírus HIV. Por conta do avanço nos tratamentos e na expectativa de vida das pessoas soropositivas, os jovens parecem estar interpretando de forma equivocada a gravidade da AIDS.

Outra questão que ainda é muito forte é o estereótipo de “grupos de risco”: a ideia de que o HIV infecta apenas homossexuais e usuários de drogas injetáveis.

(Notícias ao Minuto)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.