Entretenimento

Anitta tem R$ 3 milhões bloqueados por determinação da justiça

Redação
Escrito por Redação

Dias difíceis aguardam Anitta. De acordo com a coluna “Gente Boa” do jornal “O Globo” deste domingo (12), a juíza Flávia Viveiros de Castro, da 6ª Vara Cível da Barra, determinou o bloqueio de R$ 3 milhões da conta da cantora. A artista, que agora atua como sua própria empresária, pagará o valor referente à multa contratual cobrada pelo escritório K2L, antigo responsável por sua carreira. Ainda de acordo com a publicação, no ano passado, a Justiça havia dado um prazo para que a artista realizasse um depósito da quantia ou a indicação de algum bem como garantia. Como nada foi feito desde então, a atitude de Anitta foi classificada como “ato atentatório à dignidade da Justiça”. À época, o advogada que defende a K2L falou ao site Purepeople, para explicar a situação: “Anitta rescindiu o contrato e, simplesmente, esqueceu que tinha uma multa e um saldo negativo para acertar com a empresa”.

 

Entenda o processo entre Anitta e a empresa K2L

Em 28 de agosto de 2014, Anitta rompeu com a empresa K2l, do ramo artístico. Sob o argumento de desvio de verba, ela pediu na Justiça o desligamento sem ter de pagar a multa recisória de R$ 7 milhões prevista em contrato. Além disso, ainda adicionou ao processo o nome da ex-empresária, Kamila Fialho, por, supostamente, ter desviado R$ 2,5 milhões. Em resposta, Kamila apresentou em juízo os recibos de contas dos dois anos e meio em que trabalharam juntas.

Em novembro de 2014, a funkeira perdeu o último recurso contra a ex-empresária tendo sido declarado, por Marcelo Saraiva – advogado de Fialho – o pedido de penhora dos bens da artista. “Como ela não depositou o valor em juízo vamos partir para penhora. Ela até pode depositar alguma coisa até lá, mas não acredito que o faça. Existe um contrato assinado e o juiz entendeu que ela tem que cumprir. Ela diz que não deve esse valor, mas ele consta no processo e, inclusive, está sendo corrigido dia após dia”, afirmou Marcelo.

(MSN)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.