Amazonas Esportes

‘Ano Olímpico’ coloca Manaus no clima das Olimpíadas Rio 2016

Governador José Melo assina o Termo, ao lado de Omar Aziz/Foto: Herick Pereira
Governador José Melo assina o Termo, ao lado de Omar Aziz/Foto: Herick Pereira
Redação
Escrito por Redação

Em cerimônia realizada no final da tarde de ontem (06), no Teatro Amazonas, o governador José Melo, declarou aberto o Ano Olímpico, marcando a contagem regressiva para realização das Olimpíadas Rio 2016, que acontecerá daqui a exatos 364 dias, e terá Manaus como uma das Cidades-Sedes. A solenidade marcou, ainda, a formalização da capital do Amazonas como sede do Torneio de Futebol Olímpico 2016.
“Assinamos aqui hoje o documento que simboliza nosso compromisso para realização dos jogos em Manaus. Fazemos isso com muita tranquilidade porque sabemos que tudo que poderia ser feito, de maior custo, como a Arena da Amazônia e a estrutura segurança, já está pronto. Agora são ajustes finos”, declarou o governador após assinar o “Host City Contract” (Contrato de Cidade-Sede).

A assinatura do documento possibilita que os parceiros do megaevento esportivo, o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus, possam usufruir do benefício de se associarem às marcas oficiais dos Jogos Olímpicos, inclusive na promoção turística do destino para atrair visitantes durante a competição. O documento explicita as obrigações e direitos de ambas as partes na organização dos jogos nas Cidades do Futebol. O detalhamento destas obrigações consta no Caderno de Encargos e na Matriz de Responsabilidades, que são documentos complementares ao contrato.

O  diretor geral de Operações do Rio 2016, general Marco Aurélio Vieira, presente no evento, também destacou a capacidade de organização do Governo do Amazonas e da Prefeitura de Manaus. “Manaus candidatou-se de última hora, mas hoje mostra que é um modelo de gestão dos Jogos Olímpicos, ao ser a primeira a assinar o contrato de Cidade-Sede”, ressaltou Marco Aurélio.

A vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Nawal El Moutawakel, afirmou, na solenidade, que a exemplo do governo brasileiro e dos governos do Rio de Janeiro, Manaus também demonstrou que está comprometida em fazer dos Jogos Olímpicos Rio 2016, o primeiro da América do Sul, um dos melhores da história.

Também, estavam presentes no evento, o senador Omar Aziz, os coordenadores estadual e municipal do Comitê Manaus 2016, Mário Aufiero e Bernardo Monteiro de Paula, respectivamente, secretários estaduais e municipais, deputados e vereadores estudantes e atletas da terra.

Um dos mascotes das Olimpíadas, Vinícius, juntamente com os bois-bumbá Garantido e Caprichoso, foram as grandes surpresas da festa da abertura do Ano Olímpico em Manaus. Ao som da toada, eles dançaram na sacada principal do Teatro Amazonas. A festa também contou com o lançamento da campanha institucional “Manaus nas Olimpíadas”, com jingle no ritmo de boi-bumbá entoado pela cantora Márcia Siqueira, acompanhada da Orquestra Filarmônica do Amazonas.

Programas – Durante a cerimônia, também, houve o lançamento de três programas: o “Programa de Voluntários Rio 2016”, que vai reabriu as inscrições no Estado nesta quinta-feira, 6 de agosto; o “Ajuri – Voluntários da Amazônia”, que é o programa de voluntariado de Manaus; e o  “Transforma”, uma parceria entre o Comitê Rio 2016, Governo e Prefeitura, que vai introduzir o clima olímpico nas escolas da rede pública de ensino.

Manaus receberá seis jogos do Torneio de Futebol Olímpico – quatro do masculino e dois do torneio feminino, que serão realizados na Arena da Amazônia, nos dias 4, 7 e 9 de agosto de 2016. A festa das torcidas também irá acontecer nos “Live Sites”, espaços projetados na Ponta Negra e no Largo São Sebastião para que turistas e moradores acompanhem as competições.

Voluntariado – Durante os Jogos Olímpicos, a cidade de Manaus terá dois programas de voluntários atuando em frentes distintas, mas com o mesmo propósito: ajudar na organização do evento dentro e fora da Arena da Amazônia. Os voluntários recrutados pelo Rio 2016 vão atuar na Arena da Amazônia e Centros de Treinamento, além de aeroporto e hotéis, sendo esses  exclusivamente no atendimento dos atletas e da família olímpica. São nove áreas de atuação disponíveis: atendimento ao público, apoio operacional, produção de cerimônias, transportes, esportes, serviços de saúde, imprensa e comunicação, protocolo e idiomas e tecnologia.

Como Manaus foi a última cidade confirmada e as inscrições para o voluntariado já haviam sido encerradas, o Rio 2016 reabriu as inscrições, nesta quinta-feira, dia 6, exclusivamente para a cidade, até o dia 13 de setembro. Os interessados podem acessar o site www.rio2016.com/voluntarios   para maiores informações e fazer a inscrição no formulário online.

A partir dessa inscrição todos entram na Jornada do Voluntário Rio 2016 e serão convidados a participar de uma entrevista presencial que acontecerá no período de 20 de outubro até 14 de novembro, no Centro de Seleção de Voluntários Unidade Estácio de Sá, na Avenida Djalma Batista, no bairro Parque Dez. O treinamento presencial será a partir de maio, também, na Estácio de Sá, e todos os voluntários participam de treinamentos online a partir de janeiro de 2016. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone 3004-2016 (custo de ligação local).

Voluntários Manaus – O Programa de Voluntariado “Ajuri – Voluntários da Amazônia” foi criado com o objetivo de estimular a população local a fazer parte deste momento único no País que são os Jogos Olímpicos Rio 2016. “Ajuri” é um termo regional que quer dizer ajuntamento, reunião, mutirão de pessoas para um trabalho comunitário e foi escolhido para simbolizar essa união de esforços.

As inscrições para o Programa de Voluntariado vão ser realizadas de 16 de novembro a 31 de dezembro deste ano por meio do site que o Governo e a Prefeitura estão criando para a divulgação dos jogos Rio 2016. A seleção dos inscritos será feita no período de 11 a 28 de janeiro de 2016 e os treinamentos teórico e prático serão realizados de abril a maio.

Os requisitos exigidos para inscrição no Programa de Voluntariado local são idade mínima de 18 anos até fevereiro de 2016 e ensino fundamental completo. Os benefícios oferecidos aos participantes são treinamentos exclusivos e certificado de horas complementares emitido pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), uniforme completo, transporte durante a atuação, alimentação nos dias de trabalho e declaração de participação.

Os voluntários atuarão nas áreas de atendimento e informação, apoio operacional, imprensa e comunicação e idiomas no entorno da Arena da Amazônia, aeroporto, Live Site, Centro Aberto de Mídia e Casa do Voluntário. A gestão dos programas sociais, como o Transforma e o Ajuri, está sendo feita em parceria com a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades).

Sobre o Transforma – Para levar toda a energia dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos para dentro das escolas, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 desenvolveu o Transforma, programa de educação que promove esportes e valores Olímpicos e Paralímpicos para alunos do Ensino Fundamental e Médio. O programa oferece, gratuitamente, materiais didáticos, cursos de formação, capacitações esportivas, desafios escolares, sugestões de conteúdo para aulas e festivais abertos ao público.

Lançado em 2014, o programa já impacta 2200 instituições públicas e privadas do Rio de Janeiro, Brasília e Minas Gerais, com um milhão de alunos envolvidos direta ou indiretamente. No Rio, o Transforma já integra o sistema de políticas públicas da cidade. Para ampliar o seu alcance, o programa lança em agosto, em parceria com o MEC (Ministério da Educação), uma plataforma de ensino a distância, em português, inglês e espanhol.

Transforma em Manaus – Em Manaus, o programa vai atuar de forma presencial em 100 escolas (50 municipais e 50 estaduais), levando capacitações esportivas para professores de educação física. Também serão realizados 8 Festivais Transforma, evento realizado em parceria com as confederações, para promover o primeiro contato com esportes Olímpicos e Paralímpicos pouco praticados no Brasil, como Badminton e Goalball.

“A chegada do Transforma em Manaus reforça que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 são do Brasil. Através do programa, alunos e professores poderão conhecer e experimentar toda essa energia nas suas escolas”, comemora Vanderson Berbat, Gerente de Educação dos Jogos Rio 2016.

Todos Juntos na comemoração/Foto: Herick Pereira

Todos Juntos na comemoração/Foto: Herick Pereira

...e o Mascote, em frente à Arena da Amazônia/Foto: Joel Arthus

…e o Mascote, em frente à Arena da Amazônia/Foto: Joel Arthus

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.