Amazonas Esportes

Ao som do ´eu acredito´ Bellucci só ameaça, mas Nadal vence

Nadal perde o primeiro set, mas se recupera e vence/Foto: Reuters
Nadal perde o primeiro set, mas se recupera e vence/Foto: Reuters
Redação
Escrito por Redação
Nadal perde o primeiro set, mas se recupera e vence/Foto: Reuters

                         Nadal perde o primeiro set, mas se recupera e vence/Foto: Reuters

Thomaz Bellucci esteve perto de escrever um capítulo especial em sua história, hoje, sexta-feira. No Centro Olímpico de Tênis, o brasileiro começou muito bem contra Rafael Nadal – pela primeira vez venceu um set do rival -, mas nem mesmo os gritos de “eu acredito” das arquibancadas quase lotadas da quadra central foram capazes de empurrar o brasileiro em busca de sua primeira vitória sobre o espanhol. Nadal reagiu na partida e, de virada, eliminou o tenista verde-amarelo por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/4 e 6/2. Bellucci, ao menos, saiu ovacionado por sua garra pelos torcedores presentes.
Antes da partida de hoje, sexta, os dois tenistas já haviam duelado outras cinco vezes. Foram dois jogos em Roland Garros, dois em Wimbledon e um no Rio Open. Todos com vitória do espanhol. Mais do que isso, o brasileiro sequer havia vencido um set do atual número cinco do mundo.

“Estar na semifinal é uma notícia que há alguns dias não podia nem imaginar. Não sei como as coisas estão saindo tão bem, foi uma preparação dura”, disse Nadal. “Foi uma partida complicada, em um ambiente muito difícil. Lutei muito até o final”, completou o espanhol, que agora enfrenta na semifinal o argentino Juan Martín del Potro, vitorioso no duelo contra Roberto Bautista Agut nesta sexta.

Bellucci voltou a sofrer com sua tradicional inconstância durante os jogos. Ele novamente alternou jogadas incríveis com erros infantis, principalmente quando subia para rede. Depois de um ótimo primeiro set, com belos lances sobre o espanhol, o brasileiro vacilou no segundo set e, no terceiro, ficou clara suas escolhas erradas, desperdiçando boas chances de quebra de serviço do Nadal.

“Foi uma semana positiva. Uma grande semana. Nadal conseguiu sair de um buraco no segundo set e conseguiu contra-atacar muito melhor… Estou um pouco triste de sair com a derrota, mas feliz por ter feito uma boa Olimpíada”, disse Bellucci após a eliminação. “Foi importantíssimo (o apoio da torcida). Uma semana muito especial para mim. Espero que no futuro eu possa ter esse apoio novamente”, completou.

Problema no pulso e maratona para Nadal

Rafael Nadal já começou a Olimpíada sem estar 100%. Sem jogar há dois meses por conta de uma lesão no pulso esquerdo, o espanhol declarou que participaria da chave de simples apenas pelo fato de ser os Jogos Olímpicos. Mas o que ele não imaginava é que teria que passar por uma maratona de partidas.

Além da chave de simples, Nadal avançou à final das duplas na última quinta-feira, ao vencer, ao lado do compatriota Marc Lopez, os canadenses Vasek Pospisil e Daniel Nestor. No mesmo dia, mas pela manhã, Nadal já havia feito um jogo duro contra o francês Gilles Simon. Cada partida durou duas horas, e o cansaço pode ser notado na partida contra Bellucci.

Bellucci atropela e vence 1º SET

Empurrado pela torcida, que vibrava a cada ponto, Bellucci conseguiu uma quebra de serviço logo no começo do jogo. No terceiro game do primeiro set, o brasileiro aproveitou um vacilo de Rafael Nadal, que chamou um desafio errado, para ganhar moral e superar o saque do espanhol. Na sequência, para confirmar o bom momento, Bellucci confirmou o game e abriu 3/1.

No sétimo game, quando o set estava 4/2, Bellucci aprontou novamente. Esbanjando confiança e com muita agressividade, o brasileiro quebrou o serviço de Nadal e ficou em situação muito confortável na parcial. Com um ace (ponto de saque), fechou com chave de ouro o primeiro set, vencendo por 6/2.

Nadal reage e empata a partida

No segundo set, Bellucci começou desconcentrado e, contra Nadal, não se pode vacilar. Em um piscar de olhos, o espanhol quebrou o primeiro serviço do brasileiro e manteve uma boa vantagem até a parte final da parcial.

Bellucci, que parecia já fora do segundo set, mostrou uma reação espetacular. Com uma quebra no nono game, ele pressionou Nadal e voltou ao jogo. No entanto, não conseguiu manter o ritmo enquanto sacava e o espanhol deu o troco logo na sequência, fechando o set em 6/4.

Bellucci tenta, mas cai para Nadal

...Valeu Bellucci! / Foto: Reuters

                                                       …Valeu Bellucci! / Foto: Reuters

No último e decisivo set, Bellucci até começou bem, e deu trabalho ao serviço de Nadal logo no terceiro game. Com um 30-30 no placar, o brasileiro teve a chance de ficar perto de um ponto de quebra, mas errou na decisão da jogada – optou por uma curta ao invés de bater no fundo – e deu o ponto ao espanhol.

No quarto game, as coisas começaram a dar errado para o brasileiro. Sentindo o crescimento do espanhol, Bellucci não conseguiu confirmar seu serviço, foi quebrado e deixou Nadal com uma vantagem de 3/1 no placar. Nadal, então, começou a administrar a partida e até quebrar mais um game e fechar o set por 6/2.(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.