Brasil

Aos 80 anos, morre no Rio de Janeiro, a atriz Tereza Raquel

Atriz Tereza Raquel, morre aos 80 anos/Foto: Leonardo Aversa
Atriz Tereza Raquel, morre aos 80 anos/Foto: Leonardo Aversa
Redação
Escrito por Redação

Morreu, no sábado (02), aos 80 anos, a atriz Tereza Rachel. Ela estava internada desde o dia 30 de dezembro do ano passado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital São Lucas, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Tereza teve um quadro agudo de obstrução intestinal que acabou se agravando. As informações foram confirmadas pela assessoria de imprensa do hospital.
Tereza Rachel trabalhou em mais de 20 novelas – a última delas foi “Babilônia” (2015), onde viveu Mary Poppins – e ficou marcada pelas vilãs. Entre as mais marcantes estão Renata Dumont, de “Louco amor” (1885), e a Rainha Valentine do Reino de Avilan, de “Que rei sou eu?” (1989). A atriz também se dedicou ao teatro – foram cerca de 30 peças – e ao cinema.

Nascida em 19 de agosto de 1935 em Nilópolis, na Baixada Fluminense, como Teresinha Malka Brandwain Taiba de La Sierra, a atriz foi casada com um espanhol e, depois, com o cineasta Ipojuca Pontes.

Teatro

Em 1972, graças a um financiamento, Tereza Rachel inaugurou em Copacabana, na Zona Sul do Rio, um teatro que levava seu nome. O primeiro show no local foi da cantora Gal Costa. Entre os nomes que se apresentaram no espaço estão Paulo Gracindo, Bibi Ferreira, Marília Pêra, Sérgio Britto, Juca de Oliveira, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Novos Baianos e Luiz Gonzaga.

Após 28 anos de funcionamento, o espaço foi alugado e serviu como templo da Igreja Universal do Reino de Deus. O ator e diretor Miguel Falabella lutou para conseguir reabrir o teatro e, após negociações com a Prefeitura do Rio, conseguiu o tombamento no local. Em 2012, o espaço voltou a funcionar e passou se chamar Net Rio – Sala Tereza Rachel.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.