Amapá Amazônia

AP: consumidores denunciam venda de água mineral falsificada em Macapá

Redação
Escrito por Redação

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) está investigando denúncias de venda de água mineral falsificada em Macapá. A questão foi levantada na manhã desta quarta-feira, 22, no programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90.9) pelo ouvinte Jorge Cardoso, que pediu fiscalização do Procon em Macapá, semelhante à operação que foi feita nos últimos dias em Belém, com a apreensão de milhares de garrafões água falsificada e autuação de responsáveis pela distribuição e comercialização do produto.

Entrevistado no programa, ao vivo, por telefone, o diretor-presidente do Procon, Vicente Cruz, revelou que o órgão já está investigando o caso. Ele ressaltou que a operação deflagrada em Belém acendeu o sinal de alerta em Macapá, por causa da proliferação de pontos de distribuição e comercialização de água mineral.

“O crescimento desse setor é visível na Capital, e os cujos preços são praticados de forma aleatória, com diferenças de preços que saltam aos olhos. Já ouvimos várias pessoas envolvidas no sistema de distribuição e comercialização da água, estamos fazendo um serviço de investigação muito rigoroso, e em breve daremos uma resposta à sociedade”, prometeu Cruz.

O diretor-presidente do Procon afirmou que adotará medidas duras: “Se essa falsificação for confirmada, fatalmente resultará na instauração de inquérito policial por se tratar de crime contra a saúde pública. Observa-se que nos últimos tempos acentuou muito a venda de água em Macapá, e, já como resultado inicial do nosso trabalho de investigação constatou-se que as condições dessa comercialização não são satisfatórias. Já foram recolhidas amostras de diferentes distribuidores para aferição da qualidade dessa água vendida no estado”, pontuou Vicente Cruz.

(Diário do Amapá)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.