Amapá Amazônia

AP: Prefeitura de Oiapoque exonera professores com diplomas falsos

prefeitura-de-oiapoque-AP
Redação
Escrito por Redação

Uma comissão formada na prefeitura de Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá, identificou que dois professores estariam lecionando aulas na rede pública municipal utilizando diplomas falsos. A investigação ocorreu após recomendação do Ministério Público (MP) do Amapá, que recebeu denúncias anônimas indicando a irregularidade.

De acordo com o promotor de Justiça de Oiapoque Manoel Edi, os dois supostos professores que teriam apresentado documentos falsos foram exonerados dos cargos na prefeitura. Sete educadores eram investigados. Eles foram contratados para lecionar para crianças de primeira à quarta séries do ensino fundamental.

“O Ministério Público recebeu uma denúncia anônima sobre sete professores que teriam apresentado diplomas falsos quando tomaram posse para dar aula de primeira à quarta séries. Desses, dois servidores apresentaram diplomas falsos sem terem feito qualquer curso de formação, e em outro caso a comissão prorrogou o prazo para analisar”, reforçou o promotor de Justiça.

A exoneração ocorreu em fevereiro. As investigações continuam na Promotoria de Oiapoque, que deverá intimar os supostos professores para depor sobre o caso. Eles poderão ser denunciados pelos crimes de improbidade administrativa e falsificação de documentos. O MP ainda deverá pedir o pagamento de 100 salários mínimos como multa.

“Não dá para pedir o ressarcimento dos salários porquê de certa forma os serviços chegaram a ser prestados”, esclareceu Manoel Edi.

(Jornal Floripa)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.