Amazonas Cultura

Aparecida 2016 homenageia Portela na passarela do samba

Portela, a homenageada da Aparecida/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

“A Soberana encontra a Majestade: E, nesta passarela, eu nunca vi coisa mais bela’”. A Mocidade Independente de Aparecida homenageia a agremiação com mais títulos no Carnaval carioca: Portela. A Escola de Samba azul e branca, assim como a Soberana, tem 21 troféus e vai ser exaltada na Avenida do Samba, em Manaus.
E, a festa começa com uma feijoada de lançamento no próximo sábado (11), a partir do meio dia. Os ingressos custam R$ 50 e dão direito à camisa e feijão à vontade regado à samba e performances exclusivas para a festa.

De acordo com o presidente da ‘Pareca’, Luiz Pacheco, o enredo surgiu como uma brincadeira no Dia da Mentira, comemorado no dia 1º de abril. “Estávamos no Butequim quando o diretor geral (Fabrício Nascimento) sugeriu o tema e compartilhou nas redes sociais. A aceitação foi tanta que, no dia seguinte, oficializamos”, lembra.

Na mesma semana, a direção executiva entrou em contato com a Portela, que se surpreendeu com a homenagem e cedeu ao cortejo. “Todos ficaram muito felizes em serem lembrados no carnaval fora do Rio de Janeiro”, comenta Pacheco.

Para Fabricio Nascimento, a homenagem não se restringe à Portela apenas como agremiação, mas a sua colaboração para o samba e o carnaval que conhecemos na atualidade. “A Escola foi a primeira a levar uma alegoria para a avenida e a enfatizar um símbolo, por exemplo. Hoje, alguns dos quesitos julgados foram criados pela Portela”, defende. “Mais do que homenagear a Portela, a Aparecida tem a intenção de homenagear os portelenses e, para isso, abre mão do verde e dá lugar ao azul porque eles têm essa moral”, brinca o radialista ‘Nego Lindo’.

O carnavalesco Saulo Borges encarou mais esse desafio e comenta que foram dois meses de profundo estudo literário. “Uma verdadeira injeção de Portela na veia para buscar uma forma de homenagear esse que é uma das maiores, se não a maior, instituição do Carnaval Brasileiro”, diz ele que assina o desfile da Aparecida, entre idas e vinda, há 14 anos. A pesquisa continua e a ideia é trazer a Portela para desfilar no sambódromo sem, no entanto, perder a alma e a identidade típicas da nação soberana.

A festa

Inspirados pela tradição portelense – que realiza uma Feijoada no primeiro sábado de cada mês -, a Mocidade Independente de Aparecida anuncia seu enredo azul e branco no próximo sábado, 11, com uma feijoada repleta de surpresas e a participação do intérprete oficial da Portela, Wantuil. O pagode fica por conta do grupo Vem K Sambar, Uendel Pinheiro e o show da Bateria Universidade do Ritmo.

Luiz Pacheco adianta que a Comissão de Frente preparou uma performance impecável para apresentar o enredo 2016. “Mais do que falarmos o que a Portela representa, vamos retratar de onde surgiu”, derrete-se.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.