Entretenimento

Após 35 anos com Silvio Santos, Gugu diz que deve a sua carreira a Boni

Programa-Gugu
Redação
Escrito por Redação

Neste sábado (2), durante o “Programa da Sabrina”, na Record, Gugu revelou que deve a sua carreira ao diretor, empresário e publicitário José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, e não a Silvio Santos, com quem trabalhou por 35 anos, e quem lhe deu a primeira oportunidade na tv, quando ainda era motoboy.

“Em 1987, quando eu estava no SBT, ele me convidou, junto com o Beto Carreiro, para apresentar um programa aos domingos na Globo — naquela época a emissora não tinha nenhum programa ao vivo. Ele acreditou em mim, achou que eu daria certo. Mas eu trabalhava diretamente com o Silvio Santos, e fazia muito sucesso com o ‘Viva a Noite’. E ele [o Silvio] me pediu para que eu não fosse para a Globo. Eu disse ‘olha, Silvio, eu já tenho contrato com a emissora, não posso rasgar o contrato, só se você for falar com o dono’. E ele foi falar”, relatou Gugu.

O apresentador também disse que não tem arrependimentos. “Permaneci mais 20 anos no SBT ao lado do Silvio. Mas quem me proporcionou a maior mudança na minha vida foi o Boni, a quem eu devo a minha carreira”, completou, em seguida. Gugu afirmou que trabalhou 35 anos com Silvio Santos, “parte da adolescência e da vida adulta”.

Segundo o site ‘UOL’, após 35 anos sob comando de programas no SBT, Gugu Liberato decidiu aceitar proposta da Record e se mudar para a emissora concorrente, em 2014. Na emissora de Edir Macedo tem investido em pautas polêmicas, como a entrevista de Suzane von Richtofen, condenada a 39 anos de prisão em 2006, depois de assassinar os pais com a ajuda do então namorado Daniel Cravinhos e o cunhado Christian Cravinhos, e também na abertura do mausoléu da atriz e comediante Dercy Gonçalves.

(NOTICIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.