Amazonas Cidades

App auxilia instituições filantrópicas e orfanatos a receberem doações

Estudantes e professores dão suporte ao projeto/Foto: Cris Barbosa
Redação
Escrito por Redação

Contribuir com instituições filatrópicas e orfanatos está a um toque dos dedos. Isso porque um grupo de estudantes das áreas de Design e das Engenharias e Ciência da Computação da Fucapi criaram o aplicativo denominado “Cada” para auxiliar essas entidades no recebimento de doações e também informar os doadores para eles saberem a real necessidade da instituição. O app estará disponível para o sistema iOS, na App Store, a partir deste mês de dezembro.
Sob a orientação dos professores do Projeto BEPiD (Brazilian Education Program for IOS Development) da Fucapi, o app tem no seu nome o principal conceito a que se propõe ‘Cada’ que vem das palavras Carinho, Amor, Dedicação e Ajuda. O aplicativo, que contou com a orientação do professor mestre Antônio Ramos de Carvalho Júnior,  foi desenvolvido para atuar em duas plataformas: no mobile (smartphones e dispositivos móveis) e na web.

O sistema desenvolvido para web é direcionado para as instituições filantrópicas e orfanatos, onde elas terão que efetuar um cadastro no site do ‘Cada’. Após passar por uma avaliação dos desenvolvedores, a instituição é aceita e poderá informar no site quais os produtos que a instituição está com mais carência.

“O aplicativo foi desenvolvido para ser um canal de comunicação entre os abrigos e associados, afim de que eles saibam sobre as necessidades, notícias do abrigo, pontos de coletas e informações sobre o que doar ou quando podem doar”, detalhou uma das desenvolvedoras do Cada, Lorena Figueiredo, bolsista do BEPiD e estudante de Sistemas de Informação na Faculdade Fucapi.

A partir das informações contidas no site, os associados e doadores poderão ver pelo seu smartphone quais os produtos que a instituição está com mais carência em receber e assim, doar o que é realmente necessário. Nos dispositivos móveis, também é necessário um cadastro, porém o usuário pode escolher fazer o cadastro ou entrar com sua conta do Facebook.

Atualmente, o site do Cada já está no ar e com duas instituições cadastradas como forma de teste, mas de acordo com um dos desenvolvedores, Caio Aguiar, o objetivo é buscar outras mais. “A ideia é reunir, inicialmente, todas as instituições filantrópicas da capital, já conversamos com alguns abrigos. Manaus conta com um total de 10 instituições oficiais dessa natureza. Temos também o objetivo de futuramente abranger, não somente Manaus, mas o Brasil também”, declarou.

O sistema desenvolvido para o celular ainda está passando por alguns ajustes e alterações, pois a equipe quer tornar possível para doações não somente de produtos, mas também de dinheiro em espécie. Segundo Isaque Vieira, também desenvolvedor do Cada, essa ideia foi pensada visando àqueles que querem ajudar de alguma forma possível. “Pensamos assim, nós somos estudantes, não temos condições de dar grandes quantidades de coisas, mas podemos fazer a diferença com o pouco que temos”, explicou. A forma de doação em dinheiro será feita por meio do cartão de crédito por meio do sistema PayPal.

O grupo é formado por cinco bolsistas do BEPiD e estudantes de graduação da Faculdade Fucapi, UniNorte e Universidade Federal do Amazonas (Ufam): Lorena Figueiredo, graduanda do 3º período de Sistema da Informação; Caio Aguiar, estudante do 8º período de Ciências da Computação; Rodrigo Silva, estudante do 6º período de Engenharia da Computação; Isaque Vieira, estudante do 2º período de Ciências da Computação; e a estudante do 6º período de Design, Alba Viegas.

Sobre o ‘Cada’

O ‘Cada’ é inteiramente produzido e desenvolvido por bolsistas do BEPiD Fucapi, sob orientação de professores do projeto. O professor Victor Maxwell Teles acompanhou o desenvolvimento deste aplicativo e conta que o sistema é uma ajuda muito útil para a sociedade.

“O aplicativo, pensado por eles, é inteiramente voltado para uma ação social. Eles mostram que é possível sim inovar e ao mesmo tempo ajudar e mostra também que eles estão preparados para o mercado lá fora, pois é o que queremos aqui, que eles saibam andar com as próprias pernas no mercado de trabalho. Então, me alegra ver que eles são capazes de desenvolver projetos pertinentes para a sociedade”, disse. O ‘Cada’ está previsto para entrar em real funcionamento, tanto no celular como na web, a partir do ano que vem.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.