Amazonas Economia

Aprovação de projetos de atualização mantém empregos no PIM, diz Nelson Azevedo

Nelson Azevedo(C), vice da Fieam/Foto: Assessoria
Nelson Azevedo(C), vice da Fieam/Foto: Assessoria
Redação
Escrito por Redação

O 2º vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) e conselheiro do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), Nelson Azevedo, destacou, na última reunião do Codam, em Manaus, a importância da aprovação de projetos direcionados a atualizações para preservar empregos. “Quando uma empresa faz uma atualização é para aproveitar a mão de obra de uma linha desativada, sem precisar demitir ninguém. Com certeza, se a produção se expandir, a empresa vai poder expandir a sua mão de obra, mas nesse momento ela está tentando salvar o que existe, atualizando o projeto e aproveitando a mão de obra já existente da empresa”, frisou Nelson.
Nelson falou ainda sobre as novas empresas que estão se instalando no PIM recebendo 100% de incentivos, que trarão o emprego e novas tecnologias para o estado, sendo de grande importância para a economia local.

O presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM) e vice-presidente da FIEAM, Wilson Périco, também aproveitou a reunião para cobrar a participação da Federação das Indústrias (FIEAM) e do CIEAM na aprovação de PPBs. “Há uma necessidade de estabelecer prioridades nas apresentações dos projetos, precisamos sair na frente com produtos que não tenham fabricação local, trabalhar o novo, precisamos sair atrás de investidores para esses produtos e assim alcançar a competitividade política de incentivos estaduais”, disse Périco.

Na última reunião do Codam em 2015, realizada na FIEAM, apresentou balanço de projetos aprovados – chegaram a 155 -, que somam investimento de R$ 4.750 bilhões e 6.319 vagas no mercado de trabalho em um período de até três anos.

Os destaques do rol de projetos aprovados este ano foram os empreendimentos voltados para a industrialização de frutas, pescado e laticínios nos municípios do interior. Para o secretário executivo de Desenvolvimento, Nivaldo Mendonça, as pautas de investimentos do Codam  refletem com precisão o clima de instabilidade econômica por que passa o País. “Não somos uma ilha, sentimos de imediato todos os efeitos nocivos da diminuição da atividade econômica do País. Ainda assim, mantivemos a regularidade das reuniões e a aprovação de novos projetos que vão garantir a continuidade do nosso processo de desenvolvimento”, avaliou o secretário.

A 259º reunião do Codam aprovou nesta sexta todos os 49 projetos industriais incluídos na última pauta do conselho em total de investimentos de R$ R$ 1.142 bilhão e 1.230 empregos.

A sede da FIEAM foi escolhida para última reunião em respeito ao falecimento do economista e membro da FIEAM, Flávio Dutra, falecido no último dia 24 de outubro, figura que mereceu homenagem póstuma de Nelson Azevedo.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.