Amazonas Cidades Destaques

Arriscada e perigosa a situação dos turistas amazonenses em Cuzco, no Peru

Turistas estão sem saída no Peru/Foto: Divulgação
Turistas estão sem saída no Peru/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Continua o drama de cinco turistas amazonenses que estão ilhados na cidade de Cuzco, no Peru, e no momento não tem como retornarem a Manaus, por causa do bloqueio da estrada, em conseqüência da greve de mineradores.
Fazem parte desse grupo os médicos Ricardo Cesar Garcia Amaral, de 65, Ricardo Cesar Garcia Amaral Filho, de 37, George Nobre Vieira, de 31, o tatuador Odilon Planca, de 52, o empresário Cláudio Sérgio Ramos Batista, de 46 anos, e mais um amigo deles de Rondônia, Alysson Rogério Amorim.

O grupo resolveu se aventurar em um passeio de motocicleta para o país vizinho e pretendiam retornar na última quinta-feira (26), mas foram orientados pelas autoridades peruanas a não se arriscarem por causa do bloqueio da estrada pelos mineradores.

Desde então começou o drama deles e dos parentes que estão aflitos.  Enquanto não conseguem retornar, eles estão se comunicando com os familiares pelas redes sociais com mensagens de vídeos e de textos.

Lara Odilon, esposa do tatuador Odilon Planca, confirmou que a situação é difícil e complicada e até mesmo arriscada. “Eles até poderiam retornar de avião, mas tem a questão das motos e dos equipamentos que eles não podem simplesmente abandonar onde estão.

“Estamos rezando e tentando achar uma solução para eles retornarem seguros”, afirma ela.
Enquanto isso, as famílias  acionaram o Itamaraty em Brasília para tentar trazer de volta para o Brasil o grupo de turistas amazonenses.

Turistas sem poder deixar Cuzco/Foto: Divulgação

                                    Turistas sem poder deixar Cuzco/Foto: Divulgação

...eles aguardam, mas a situação é difícil/Foto: Divulgação

                                    …eles aguardam, mas a situação é difícil/Foto: Divulgação

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.