Amazonas Política

Arthur está prevaricando por não fiscalizar problemas na saúde, acusa vereador

Vereador cobra ações para evitar que o “dinheiro público vá para os bolsos dos corruptos, de uma quadrilha de sem vergonha”.
Redação
Escrito por Redação

A apuração detalhada dos escândalos apontados na área da saúde municipal a partir da operação “Maus Caminhos”, da Polícia Federal, deixou claro que a realização de uma CPI seria “o único caminho honroso” para legislativo não ficar só olhando os acontecimentos, diz o vereador Professor Bibiano Garcia, em nota à imprensa.

De acordo com o vereador, o prefeito Artur Neto prevaricou, “cometeu crime”, porque fechou os olhos para os problemas registrados na área da saúde. O próprio médico e empresário Mohamad Moustafa, reconheceu a péssima qualidade do serviço prestado à população, ms os gestores da saúde simplesmente ignoraram o fato.

Vereador cobra ações para evitar que o “dinheiro público vá para os bolsos dos corruptos, de uma quadrilha de sem vergonha”.

Vereador cobra ações para evitar que o “dinheiro público vá para os bolsos dos corruptos, de uma quadrilha de sem vergonha”, vereador Bibiano.

Segundo o parlamentar, depois da operação da Polícia Federal ele conseguiu entender o empenho no processo de reordenamento das unidades de saúde em Manaus, para economizar cerca de R$ 350 milhões. “Esse dinheiro estava carimbado para a corrupção”, argumentou.

Segundo ele, o simples cancelamento do contrato com a empresa não justifica a conduta adotada pela Prefeitura de Manaus, que firmou contratos vultosos sem a devida e necessária licitação legal.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.