Amazonas Esportes

Arthur Zanetti visita Manaus e tem encontro com Profissionais de Educação Física

Arthur Zaneti tem encontro com professores de Educação Física/Foto: Antonio Lima
Arthur Zaneti tem encontro com professores de Educação Física/Foto: Antonio Lima
Redação
Escrito por Redação
Arthur Zaneti tem encontro com professores de Educação Física/Foto: Antonio Lima

          Arthur Zaneti tem encontro com professores de Educação Física/Foto: Antonio Lima

O medalhista olímpico, e um dos principais nomes da ginástica artística no mundo, Arthur Zanetti, estará em Manaus, na quinta-feira (01/09), no evento comemorativo ao Dia do Profissional da Educação Física, a ser realizado às 19h00, no salão do Clube do Trabalhador do Sesi, na avenida Cosme Ferreira, bairro Coroado, na zona Leste, promovido pelo Conselho Regional de Educação Física da 8ª Região (Cref-8), com o apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).
De acordo com o presidente do Cref-8, Jean Carlo Azevedo, a ação vai possibilitar um bate-papo e destacar a importância do profissional na vida de um atleta de alto rendimento. “A intenção do evento são duas: a primeira é destacar a importância do profissional de Educação Física na vida de um atleta, pois desde o início da carreira, o Zanetti é acompanhado de perto por um. A segunda é que ele se formou em Educação Física e é atleta de alto rendimento. Vai ser uma forma de motivar ainda mais a classe”, afirmou.

Pela segunda vez em Manaus, o medalhista de ouro das Olimpíadas de Londres 2012 e prata na Rio 2016, está empolgado com o encontro. “Será um prazer enorme ir a Manaus e encontrar com os profissionais de Educação Física. Espero que todos se interessem e queiram participar, pois vai ser um momento de muita troca de experiência”, comentou o campeão.

Marcos Goto também virá

O treinador de Arthur Zanetti, Marcos Goto, também estará em Manaus para ministrar uma palestra com os profissionais da Ginástica Rítmica (GR) e Artística (GA).  O encontro será realizado no Centro de Ginástica do Amazonas Bianca Maia Mendonça, na Vila Olímpica de Manaus, bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste, também na próxima quinta-feira, dia 1º, a partir das 14h.

“Essa palestra vai ser uma excelente oportunidade para os nossos professores da ginástica rítmica e artística. Todos nós vamos participar e adquirir experiência e essa capacitação vai nos ajudar muito. Será um presente muito bom em comemoração à data”, afirmou a coordenadora do Centro, Alessandra Balbi.

Encontrões de medalhistas

Com Zanetti, o Cref-8 aumenta o número de atletas medalhistas olímpicos que contribuíram com o avanço da Educação Física no Amazonas. Nos encontros anteriores, estiveram presentes o ex-velocista Claudinei Quirino e o ex-capitão da seleção brasileira de vôlei, Nalbert.

Inscrições

Para garantir uma vaga nos encontrões – do Zanettti ou do Marcos Goto – os profissionais devem acessar o site www.cref8.org.br/encontro-arthur-zanetti/ e preencher o formulário com nome completo e número do registro. A entrada é gratuita.

Arthur Zanetti

Arthur Zanetti nasceu em São Caetano do Sul (SP), na região do ABC paulista, em 16 de abril de 1990. Começou na ginástica artística aos 7 anos, seguindo o conselho de um professor de Educação Física do Colégio Metodista, onde estudou entre 1995 e 2002. “Queria jogar futebol, mas era muito ruim”, conta o ginasta.

Ao observar o menino, mais baixo que os outros alunos, mas ágil e com o tronco forte, o professor Sérgio Oliveira dos Santos sugeriu aos pais que o levassem para fazer um teste para ginástica artística na SERC (Sociedade Esportiva Recreativa e Cultural) Santa Maria, em São Caetano do Sul (SP). Deu certo.

Em 6 agosto de 2012, em Londres, Arthur Zanetti passa para a história como o primeiro atleta brasileiro a conquistar uma medalha olímpica para a ginástica artística, na North Greenwich Arena. Pelos Jogos Olímpicos daquele ano, ele foi ouro nas argolas, com 15.900 pontos. Em 5 de outubro de 2013, também foi o primeiro da seleção canarinho a ser campeão mundial nas argolas, em Antuérpia, na Bélgica, com 15.800 pontos.

Apoiado pela família e pela torcida que lotou a Arena Olímpica, ele conquistou no dia 15 de agosto mais uma medalha para a conta. Desta vez, a de prata pelos Jogos Olímpicos Rio 2016.  “Foi mais difícil do que em Londres, mas ganhar a prata em casa é mais gostoso do que o ouro fora”, disse o brasileiro, que somou a nota 15.766.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.