Amazonas Destaques Política

Assembleia-AM economiza R$ 4,5 milhões com folha de pagamento, sem demissão

Deputado Josué Neto(PSD), em coletiva de imprensa,/Foto: Divulgação
Deputado Josué Neto(PSD), em coletiva de imprensa,/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A dois meses do encerramento do ano, a Assembleia Legislativa do Amazonas, contabiliza economia significativa em pelo menos cinco itens de forte impacto no orçamento anual da Casa, buscando adequar a redução do valor do repasse mensal do governo estadual, à manutenção do Poder Legislativo.
Somente com a folha de pagamento, por exemplo, a Aleam deixou de gastar R$ 4,5 milhões, promovendo corte de gratificações, horas extras e a suspensão dos grupos de trabalho. Com essas medidas foi possível assegurar a permanência de todos os servidores do Legislativo em suas funções e afastar a possibilidade de demissões, prioridade definida pelo presidente da Casa, deputado Josué Neto (PSD).

Gastos com energia elétrica, serviços de buffet, passagens aéreas, fretamento de aviões e diárias e contratos globais de serviços – como manutenção e jardinagem da Casa – também tiveram redução em períodos e de formas diferenciadas.

Desde fevereiro desde ano, por exemplo, após previsões da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) sobre possível queda na arrecadação, a Aleam vem tomando medidas de contenção de despesas para equilibrar as contas e não fechar o ano no vermelho. No último dia 19 de agosto, um Ato da Mesa Diretora aprovado na Casa determinou a suspensão de despesas com passagens aéreas, diárias, serviços de buffet, frete de aeronaves, além de redução de 25% dos contratos da Casa. O Ato também determinou a redução do horário de expediente das 17h para as 14h.

A redução do horário de trabalho possibilitou uma economia de pelo menos R$ 34 mil, de um mês para o outro, com energia elétrica. Condicionadores de ar, computadores e a própria iluminação dos setores ficam ligadas por menos tempo.  A Aleam também reduziu, em 25%, o valor dos contratos da Casa, o que possibilitou uma economia de R$ 650 mil, segundo a Diretoria Geral da Casa.

De acordo com dados da Diretoria Geral, a Aleam também deixou de gastar, nos últimos três meses, cerca de R$ 500 mil com serviços de buffet e afins, como convites e decoração, por conta da suspensão desses serviços.

Wander Motta informou que ainda não é possível divulgar o valor total ou aproximado que a Aleam conseguiu economizar com a contenção de despesas porque algumas medidas são recentes, iniciadas com o Ato da Mesa Diretora, enquanto outras estão sendo tomadas desde fevereiro.

Ele disse ainda que a economia gerada não representa saldo, ou poupança, e sim uma forma de equilibrar as contas do Parlamento, já que o repasse sofreu queda de pelo menos R$ 12 milhões nos últimos três meses, resultado da queda de arrecadação do Governo do Amazonas. A meta da Assembleia é cortar R$ 9 milhões em gastos até o final do ano.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.