Mundo

Atentado deixa mais de 90 mortos em hospital no Paquistão

O atentado ainda foi reivindicado por nenhum grupo terrorista/Foto: EFE
O atentado ainda foi reivindicado por nenhum grupo terrorista/Foto: EFE
Redação
Escrito por Redação
O atentado ainda foi reivindicado por nenhum grupo terrorista/Foto: EFE

                  O atentado ainda foi reivindicado por nenhum grupo terrorista/Foto: EFE

Pelo menos 93 pessoas morreram, em um atentado suicida contra um hospital em Quetta, no Paquistão, conforme informou, hoje, segunda-feira (08), o Ministério da Saúde daquele país.
O premier paquistanês Nawaz Sharif lamentou o ataque e expressou “sua profunda tristeza e angústia pela perda de preciosas vidas humanas”. A explosão aconteceu pouco depois que o corpo de Bilal Kasi, um importante advogado da região, ter sido levado ao local. Ele foi morto em um tiroteio.

Ainda não se sabe se os dois episódios estão relacionados. Nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado. Segunda a Ansa, testemunhas descreveram uma cena terrível, com pedaços de corpos, sangue e cacos de vidro espalhados pelas imediações do hospital e dezenas de pessoas chorando. Esse é o atentado mais sangrento registrado este ano na região do Baluquistão.(Terra)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.