Entretenimento

Atores da Globo estão falando o que jornalistas não podem, diz site

Redação
Escrito por Redação

O jornalismo da TV Globo não tem liberdade para dar as notícias da maneira que quiserem, mas os atores estão conseguindo se livrar das “amarras”. E, segundo o site Pragmatismo Político, eles agora estão sendo considerados “incontroláveis”.

O episódio mais recente é de um vídeo viral que contou com José de Abreu, Monica Iozzi, Tonico Pereira e Letícia Sabatella, no qual falam sobre a parcialidade da Lava Jato, em golpe orquestrado pela oposição e no fato de todos estarem envolvidos em escândalos de corrupção, cuja produção fica a cargo do canal TV Poeira que, segundo o UOL, pertence a Marieta Severo e Andrea Beltrão. Em dado momento, aparece uma lista com os 11 maiores casos de corrupção no Brasil; em sétimo, aparece o caso de sonegação de R$ 615 milhões da Globo.

Leandra Leal, há uns dias, comentou no twitter que a Globo News não estava cobrindo a manifestação contra o impeachment como devia. “@GloboNews estou trabalhando e assim como domingo e ontem, queria acompanhar as manifestações, cadê a cobertura ao vivo?” Monica Iozzi também corrigiu uma chamada da emissora, que dizia que os manifestantes estavam protestando”em defesa de Dilma”: “Manifestação em DEFESA DA DEMOCRACIA. Ser legalista não é o mesmo que ser governista”, escreveu.

Ainda segundo o site, os jornalistas estão vivendo uma saia justa, pois agora têm que explicar os motivos pelos quais a emissora tem sido criticada, algo que nunca tiveram que fazer.

Recentemente, um bate-boca entre o deputado Jean Wyllys e a jornalista Leilane Neubarth, teve que ouvir do parlamentar que ela estava “sendo coerente com a postura da empresa à qual serve.” A apresentadora rebateu: “Isso foi bem ofensivo….Não ‘sirvo’ a nada nem ninguém. Trabalho como milhões de brasileiros. E chega desse assunto”.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.