Esportes

Aulas de Ginástica Artística e Rítmica bate recorde de inscritos na Vila Olímpica

O centro já somou 372 inscritos em Ginástica Artística e Rítmica/Foto: Mauro Neto
O centro já somou 372 inscritos em Ginástica Artística e Rítmica/Foto: Mauro Neto
Redação
Escrito por Redação
O centro já somou 372 inscritos em Ginástica Artística e Rítmica/Foto: Mauro Neto

O centro já somou 372 inscritos em Ginástica Artística e Rítmica/Foto: Mauro Neto

O Centro de Ginástica do Amazonas Bianca Maia Mendonça, na Vila Olímpica de Manaus (Dom Pedro), está movimentado desde segunda-feira, dia 18, com o início das atividades do projeto Centro de Excelência Caixa, que somou 372 inscritos nas modalidades de Ginástica Artística e Rítmica. A ação é uma parceria entre a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Federação Amazonense de Ginástica (FAG) e Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).
As aulas, destinadas às crianças de 5 a 9 anos de idade, acontecem de segunda a quinta, nos turnos da manhã e tarde, por módulos de nivelamento. A inscrição para o projeto iniciou há uma semana e bateu recorde de participantes. “Primeiramente, a ideia era ofertar 300 vagas, mas o número foi estendido devido à grande procura. Graças a Deus, as inscrições foram um sucesso e isso é garantia que vamos ter mais talentos para trabalhar e a probabilidade de sair uma atleta de peso é bem maior”, disse a coordenadora do curso, Alessandra Balbi.

A professora ainda comentou sobre o aumento da equipe para atender o projeto. “O total de vagas da inscrição passou do limite, bem mais do que esperávamos, a Federação (FAG) está muito contente, e já conseguimos dois estagiários para atender toda demanda e na semana que vem devem chegar mais dois”, destacou Balbi.

Ginastas em ação

A ginasta Deborah Rayana, de 9 anos, estava encantada com o início das aulas e afirmou estar realizando um sonho. “Desde pequena eu gosto de ginástica, sempre brincava em casa, e minha mãe veio fazer minha inscrição. Nossa, fiquei muito feliz e espero ser uma grande atleta”, disse.

Outra atleta mirim que teve o primeiro contato com a GR, nesta terça-feira, dia 19, foi Cecilia Carvalho, de 6 anos. “É muito empolgante, nossa professora já nos ensinou muitas coisas hoje e eu não imaginava que fosse tão divertido. Quero treinar bastante para um dia ser como a Bianca Maia”, considerou Cecília.

A mãe de Cecília, Fernanda Carvalho 33, era só orgulho ao ver o desempenho da filha na estreia do projeto. “Assim que vi que abriria as inscrições para as aulas, perguntei se ela queria que eu a colocasse, e não tive dúvidas que ela iria gostar. Essa é uma boa oportunidade para manter a saúde dela”, disse a técnica em radiologia.

As aulas são destinadas às crianças de 5 a 9 anos de idade/Foto: Mauro Neto/SEJEL

As aulas são destinadas às crianças de 5 a 9 anos de idade/Foto: Mauro Neto/SEJEL

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.