Brasil

Avião de pequeno porte cai sobre casa e três pessoas morrem em BH

Redação
Escrito por Redação

Após a queda, a aeronave pegou fogo e três tripulantes morreram. De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma quarta pessoa ficou ferida e foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até o Hospital de Pronto-Socorro João 23. Conforme a Fhemig (Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais), esta vítima é uma mulher e foi identificada apenas como Neide. Ela não teve ferimentos graves e passa por avaliação médica. A suspeita é de que ela seja uma moradora da residência atingida.

A aeronave teria decolado do Aeroporto da Pampulha onde os tripulantes, sendo um deles um policial civil, buscariam membros da família do ex-proprietário do Café Três Corações, Ronaldo Ribeiro Tavares, no interior de Minas Gerais. Ele confirmou o fato à reportagem do R7 e informou que havia viajado na aeronave algumas horas antes.

— Estavam três pessoas no avião, o piloto, o copiloto e um piloto de outra aeronave. Eles tinham acabado de sair do aeroporto da Pampulha e estavam retornado para buscar o restante da família.

O empresário não deu mais detalhes sobre a queda e ainda não há informações sobre o que teria provocado o acidente. Testemunhas informaram que a aeronave perdeu altitude e peritos da Polícia Civil estão no local apurado as causas da tragédia.

O avião de pequeno porte caiu por volta de 15h e, após atingir a residência, pegou fogo. As chamas foram contidas pelo Corpo de Bombeiros, que aguardam os trabalhos da perícia para realizar a remoção dos corpos. Agentes da Defesa Civil também estão no local para avaliar a situação do imóvel.

Garagem da residência ficou completamente destruída Polícia Militar/Divulgação

Garagem da residência ficou completamente destruída
Polícia Militar/Divulgação

Até o momento, nenhum dos pilotos foi indentificado. No entanto, a Polícia Civil confirmou que um dos tripulantes da aeronave era policial civil e trabalhava lotado no hangar da corporação no Aeroporto da Pampulha.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, esta é a sétima ocorrência de pouso forçado em Belo Horizonte e região metropolitana desde agosto de 2014. Entretanto, nos outros casos não houve vítimas fatais.

Fonte: R7.com

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.