Formal & Informal

Baixaria entre Rádio Difusora e Associação de PMs

fred-lobao
Redação
Escrito por Redação

A Rádio Difusora do Amazonas e a Associação dos Praças do Estado do Amazonas (APEAM) declararam guerra mutuamente e esse briga primeiro foi parar nas redes sociais e agora promete ter capítulos na Justiça.

O motivo é um posto de policiamento montado nesta semana bem em frente ao edifício Palácio do Comércio, onde está localizado a emissora, na Avenida Eduardo Ribeiro, Centro.

O fato denunciado pelos policiais que participaram do policiamento chegou ao conhecimento da APEAM iniciando a partir daí a baixaria.

A APEAM em sua página na internet denunciou o caso e cita que o policiamento foi pedido pelo seu proprietário, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Josué Filho.

A Rádio Difusora partiu para o ataque se defendendo primeiro com o repórter Alberto Pelegrini que acusou a APEAM se só se preocupar com “fuxico”.

Pior fez o radialista Fred Lobão que gravou um vídeo e com palavrões faz duras críticas a entidade. No vídeo Fred cita:

“em um momento, uma pessoa tira uma foto da esquina da rua 24 de maio e posta isso como verdade absoluta, como se mandássemos na polícia. Sabe qual é o problema da polícia? Ela deixou de ser uma instituição militar para ser uma casa de sindicalistas, que só procuram saber do seu próprio nariz e do seu interesse. Fez um concurso, topou e assinou em baixo as regras da carreira militar, e agora acham que são sindicalistas do PT, PCdoB, mas na verdade são um monte de safados, mas eles merecem a devida resposta, essa associaçãozinha politiqueira e safada que depois vem nos pedir as coisas”. O presidente da Associação dos Praças do Estado do Amazonas (APEAM), Soldado PM Gerson Feitosa, disse que o ato foi desrespeitoso para os policiais militares, pois o radialista generalizou e os difamou. “As associações são os baluartes dos praças, que infelizmente são massacrados diariamente pelo Estado, e são utilizadas pelo sistema a quase duzentos anos de forma politiqueira. Nós não aceitaremos esse tipo de tratamento completamente equivocado por parte de um radialista e comunicador”, disse Feitosa.

Diante do acontecido, a APEAM entrará na segunda-feira (21), formalmente, com uma solicitação de direito de resposta na rádio difusora, e o setor jurídico já está trabalhando numa ação contra o radialista Fred Lobão.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.