Amazonas Destaques Formal & Informal

Bambuzais do Parque do Mindu podem estar sendo destruídos pela prefeitura

mindu2
Redação
Escrito por Redação

Um dos principais cartão postal de Manaus, o Parque Municipal do Mindu, continua mal cheiroso, cheio de lixo, mal cuidado e com poucas possibilidades de ser reabilitado nessa gestão. O lixo toma conta de toda a área do Parque, folhas e galhos se espalham pelas poucas trilhas ainda abertas para os visitantes, que até se arriscam dar um passeio além do Café da Manhã do Divino, no chapéu de palha central.

Essa semana, mais um crime ecológico está sendo denunciado pelos vizinhos do Parque do Mindu, que moram no Condomínio Castelo Branco, no Parque 10. Da janela do apartamento, uma senhora que preferiu ter seu nome preservado, diz que homens da prefeitura estão destruindo a reserva de bambuzais (taboca). De acordo com ela, existem centenas de varas de bambu empilhadas para serem usadas em local ainda desconhecido.

Os bambus estão amontoados por entre as árvores, para não chamar atenção.

Os bambus estão amontoados por entre as árvores, para não chamar atenção (Foto: moradora)

Os fechos de bambus (foto) estão todos arrumados para serem transportados ainda essa semana, acredita ela. A promessa do prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB), anunciada em julho, é que até dezembro de 2016, mais de três quilômetros do igarapé do Corredor Ecológico Parque do Mindu estarão revitalizados, mas, pelo que tudo indica, vai ficar na promessa.

Visitantes desolados com o estado de abandono do Parque do Mindu.

Visitantes desolados com o estado de abandono do Parque do Mindu.

O cenário que se observa hoje no visitar o Parque Ecológico, na área do Parque 10 de Novembro é de desolação e abandono. Pelo que se pode ver, os poucos visitantes, que chegam ao Parque, o fazem unicamente por causa do Café da Manhã do Divino, todos os sábados e domingos. Pelo visto, a população de Manaus terá que esperar o próximo prefeito e torcer para esse ter consciência ecológica condizente com a região.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.