Entretenimento

Band vai indenizar homem confundido com criminoso no “Brasil Urgente”

Redação
Escrito por Redação

A 9ª Câmara de Direito Privado decidiu que um homem será indenizado em R$ 40 mil, após ser apontado como assassino no lugar do irmão em uma reportagem exibida no programa “Brasil Urgente” em 2014.

Segundo o ConJur, o autor do pedido alegou que sofreu constrangimento após sua foto aparecer “estampada com a legenda de assassino por muito tempo”. Disse ainda que foi hostilizado publicamente e perdeu uma vaga como prestador de serviços por conta da repercussão da notícia.

A Band negou ter exibido a imagem do homem e argumentou que já excluiu todos os vídeos de seu sistema de armazenamento. Os dois recorreram, e a Justiça, nesta terça, deu novo ganho de causa do prejudicado, aumentando a multa que irá ser paga pela Band para 40 mil reais.

“A veiculação da imagem do autor como sendo a de seu irmão, assassino da namorada, certamente lhe causou abalo moral, ainda mais considerando audiência notoriamente elevada do programa televisivo apresentado pela ré”, ponderou a relatora do caso, desembargadora Lucila Toledo, na sentença que protelou o fim da ação.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.