Brasil

Bebê de 7 meses sobrevive por 4 dias com avó morta dentro de casa

crianca-sobrevive
Redação
Escrito por Redação

Uma criança de 7 meses sobreviveu por 4 dias sozinha após a morte da avó em casa, em Itapoã, no Distrito Federal. De acordo com o G1, a mãe da bebê, Débora Landim Santana, de 19 anos, estava em Luziânia (GO), local onde trabalha e estranhou que a mãe não atendia o telefone de casa há 4 dias.

“Procurei minha tia, parentes em Goiás, mas ninguém sabia dela. Assim, decidi antecipar a visita de Natal”, contou Débora.

No dia 22 de dezembro, quando ela chegou em casa e encontrou tudo trancado resolveu chamar um chaveiro para abrir as portas. “Ele entrou na casa e falou: ‘Mataram as duas’”, revelou a mãe.

“Entramos, mas a neném não tinha se mexido. Pouco tempo depois, os bombeiros chegaram. Pelo cheiro, falaram que quem cuidaria do caso seria a Polícia Civil. Entraram de novo e a bebê levantou a cabecinha para um deles”, contou Magda Landim de Farias,tia de Nikolly Landim ao G1.

“Acreditamos que tinha pelo menos quatro dias que o corpo estava ali. A filha mesmo relatou que a última conversa com a mãe foi em uma quinta-feira [dia 17, cinco dias antes de encontrarem a bebê com vida]. E ela foi encontrada na terça. O aspecto do corpo também indicava isso”, ressaltou o sargento Nelson Antônio Carmo Araújo, que entrou por primeiro na casa.

“Eu avistei o corpo em estado de decomposição. Em seguida, vi a bebê. Mexi nela, ela parecia estar morta, mas olhou na minha direção. Nesse momento, saí de dentro da casa com ela nos braços”, contou Araújo.

Ainda segundo apurou o G1, a criança foi encontrada desidratada e com pedaços da própria fralda e fezes na boca.

A morte de Luzineide Paes Landim, de 46 anos, está sendo tratada como decorrência de causas naturais.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.