Entretenimento

BMW é condenada a pagar indenização de R$ 200 mil à família de João Paulo

Redação
Escrito por Redação

A Justiça manteve em R$ 200 mil a indenização por danos morais que a montadora BMW terá que pagar para a família do cantor José Henrique dos Reis, o João Paulo, da dupla com Daniel, que morreu em acidente no ano de 1997.

A indenização por danos morais tinha começado em R$ 500 mil, foi reduzida para R$ 300 mil e, no ano passado, para R$ 200 mil. Na última segunda-feira (19), a Justiça paulista manteve os R$ 200 mil, após negar recurso da BMW.

A perícia realizada no carro não descartou problema no pneu dianteiro e o desembargador Morais Pucci responsabilizou tanto a montadora como o cantor pelo acidente, já que João Paulo estava sem cinto de segurança e dirigindo a 133 km/h. O acidente aconteceu no Km 40 da Rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo.

Segundo Edilberto Acácio da Silva, advogado da viúva e da filha de João Paulo, o total da indenização pode chegar a um valor próximo de R$ 70 milhões. Os cálculos feitos para chegar ao valor estipulam uma média de quanto o cantor teria recebido nos últimos 18 anos, além do valor que sua família deveria receber de pensão por mês.

O advogado explica que, na época do acidente, não foram feitas todas as perícias necessárias para se apurar a responsabilidade pelo acidente. Como vários estudos tiveram de ser feitos no veículo ao longo dos anos, isso postergou o encerramento do processo.

Em comunicado, o BMW Group, responsável pela montadora, diz que não vai comentar detalhes do caso, mas revela que o processo ainda não chegou ao fim.

— O BMW Group esclarece que a decisão proferida nesta segunda-feira (19) referente ao caso do acidente envolvendo o cantor brasileiro José Henrique dos Reis (João Paulo – nome artístico) não é final. O processo judicial ainda está em andamento e, como princípio, o BMW Group não compartilha detalhes sobre processos judiciais em curso.

(R7)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.