Amazonas Destaques Esportes

Brasil atropela a França e decide a Liga Mundial contra a Sérvia

Wallace foi mais uma vez absoluto nos bloqueios/Foto: FIVB
Redação
Escrito por Redação
Wallace foi mais uma vez absoluto nos bloqueios/Foto: FIVB

Wallace foi mais uma vez absoluto nos bloqueios/Foto: FIVB

Um jogo daqueles, com vários pedidos de desafio, lances de futevôlei e bolas rifadas para salvar a jogada. O Brasil atropelou no primeiro set, sofreu nos seguintes, conseguiu reações surpreendentes e derrotou a França por 3 sets a 1 (25/16, 23/25, 28/26 e 33/31) pela semifinal da Liga Mundial. Maior campeão do torneio, vai encarar a Sérvia em busca de seu 10º título.
O duelo tinha gosto de revanche já que, no ano passado, os brasileiros perderam para os europeus e não se classificaram para a semi. A partida começou sem nenhuma dificuldade para a seleção comandada por Bernardinho. Enquanto os adversários pareciam sentir a parte física, o time do Brasil estava concentrado. De um lado, o entrosamento entre Bruninho e Lucão funcionava. Do outro, a França não conseguia construir contra-ataques.

Depois de o oposto Antonin Rouzier abrir o placar, os franceses não passaram mais à frente. O Brasil disparou e, depois de desperdiçar o primeiro set point com saque de Bruninho na rede, fechou em 25/16 num toque de rede da França.

No segundo set, a partida ficou complicada. Depois de Lucarelli fazer o primeiro ponto, os rivais cresceram e abriram vantagem, que chegou a ser de cinco pontos (12 a 7). Mais uma vez, o destaque era o oposto Rouizer. O Brasil conseguiu se recuperar e chegou a virar, mas o posto colocou a bola no chão e empatou o jogo (25/23).

Mais uma vez, a parcial começou favorável para a França, que encaixou sequência de bons saques e abriu vantagem. Mas os brasileiros conseguiram se recuperar. Com Éder em quadra no lugar de Maurício, que sentiu, o time sul-americano chegou ao empate em 15 a 15, com ponto de Lucarelli em um contra-ataque. Daí para frente, a disputa ficou ponto a ponto, e o Brasil fechou em 28 a 26, com uma porrada de Lucão pelo meio.

O útlimo set foi maluco. O ponteiro Ngapeth comandou a França, que chegou a seis pontos à frente no placar. Éder, que entrou muito bem no jogo, fez até ace e contribuiu para a reação dos brasileiros, que emendaram dez pontos consecutivos. O Brasil virou, e os franceses encostaram num momento chave: 20 a 20. Depois de muito ralis e match points perdidos, deu vitória da equipe de Bernardinho, por 33 a 31.

Mais cedo, na outra semifinal, a Sérvia precisou do tie break para derrotar a Itália por 3 a 2. A final entre brasileiros e sérvios será já neste domingo, às 15h30 (horário de Brasília). A disputa pelo terceiro lugar, entre italianos e franceses, será antes, às 12h30.(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.