Política

BTG bancou eleição de Cunha à presidência da Câmara

Redação
Escrito por Redação

O BTG Pactual, de André Esteves, bancou a eleição do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) à presidência da Câmara, informa reportagem do Valor Econômico, que teve acesso a documentos.

Segundo o jornal, o BTG depositou R$ 1 milhão na conta usada para pagar os gastos de campanha de Cunha. A direção do banco informou que o dinheiro foi uma contribuição pedida pelo partido para quitar dívidas da campanha eleitoral do ano anterior, que não poderiam mais ser depositados como doação de campanha, uma vez que a eleição já havia acabado.

De acordo com Cunha, a campanha foi paga pelo partido. O jornal aponta, porém, que de acordo com as prestações do PMDB à Justiça Eleitoral, o dinheiro usado não teve origem no fundo partidário.

O banco é alvo de investigação por supostamente tentar articular a aprovação de benefícios por meio da atuação de Cunha na Câmara. No fim do ano passado, Esteves ficou quase um mês preso no âmbito da Lava Jato. Agora cumpre prisão domiciliar.

(Grupo Regional MT)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.