Amazônia Tocantins

Calor do Tocantins aquece mercado de energia solar e gera lucros

solar
Redação
Escrito por Redação

O Tocantins já é quase sinônimo de sol e se pensarmos nele como fonte de energia, teremos matéria prima de sobra para o ano inteiro. Foi pensando nisso que os produtores enxergaram nas placas solares, um negócio sustentável e lucrativo. Projetos de energia solar foram apresentados na Feira Agropecuária do Tocantins (Agrotins), que aconteceu entre os dias 3 e 7 de maio.

“Em comparação com a Alemanha, o nosso pior dia de sol se compara ao melhor dia de sol deles. E lá o sistema é amplamente difundido, praticamente todas as residências têm energia solar”, comentou Reginaldo de Novaes Rocha, técnico de sistemas elétricos da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro-TO).

José Américo Vasconcelos é diretor de políticas para agricultura e agronegócio da Seagro-TO e afirma que diferentes tipos de projetos com a utilização da energia solar foram apresentados na feira. “Nós trouxemos várias empresas aqui, onde nós estamos demonstrando a utilização da energia do sol”.

Os painéis solares podem fazer funcionar a bomba que tira água do poço e do rio, além da estação meteorológica móvel, que pode também ajudar os produtores no planejamento do plantio.

“Ela mede a temperatura e a umidade do ar, velocidade e direção do vento, pressão atmosférica. Ela dá os principais parâmetros meteorológicos para o agricultor poder fazer a melhor escolha dele, no dia a dia, em termos de manejo de cultura”, explicou a meteorologista Luciana Oliveira.

A energia dos painéis também pode ser armazenada em baterias e pode ser compartilhada com a rede pública. Assim, o produtor pode receber de volta como crédito na conta de luz.

“Você gera a sua energia durante o dia, para o seu consumo, e, ao mesmo tempo, alimenta o banco de baterias que vai fornecer a energia, no período noturno”, comentou o vendedor Victor Hugo Moreira.

(Jornais Notícias)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.