Política

Câmara cancela votação sobre veto presidencial de salários de servidores da Suframa

camara2
Redação
Escrito por Redação

A Câmara dos Deputados, em sessão conjunta com senadores, cancelou a votação sobre a manutenção, ou não, do veto da presidente Dilma Rousseff (PT) sobre a Medida Provisória (MP) 660/2014 que prevê a reestruturação da carreira e reajuste dos salários dos servidores da Suframa, na noite desta terça-feira (16). Não foi definida nova data para uma nova votação.

O Senador Omar Aziz (PSD-AM) assinou requerimento para que seja feito um destaque para a votação em separado do veto da presidente Dilma Rousseff às emendas à Medida Provisória.

“A emenda foi aprovada por unanimidade no Senado. Nós aprovamos e a presidente Dilma vetou. Esta discussão é antiga e precisamos reparar esta injustiça com os servidores da Suframa”, afirmou, em plenário, Omar Aziz

Líder do PSD no Senado e coordenador da bancada do Amazonas no Congresso Nacional, Omar Aziz destacou que deve acabar a diferença entre o salário de servidores da Suframa e o dos que executam a mesma função no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic), onde a autarquia da Zona Franca está vinculada.

“Espero ter o apoio dos meus pares e de todos. Sob a minha coordenação, a bancada do Amazonas tem se reunido a cada 15 dias para tratar deste assunto. Tecnicamente, os servidores estão certos. A Suframa dá lucro. A Suframa tem recursos próprios para pagar. Ela arrecada, ela não tira da União. O que falta é o governo federal ter boa vontade com os servidores da Suframa”, exigiu o Senador.

Omar Aziz admite que a luta para a derrubada do veto tem sido árdua. A reivindicação dos servidores da Suframa, apesar de antiga, só se materializou graças a uma emenda do deputado federal Pauderney Avelino.

“A luta não começou esse ano. Esta discussão está sendo travada há mais de três anos. Parece que a discussão começou agora com esta nova bancada. Mas cheguei ao Senado somente em fevereiro e foi feito o que era possível”, finalizou o Senador do Amazonas.

Preocupação com a greve

O deputado Serafim Corrêa afirmou que o governo Federal não vem demonstrando qualquer iniciativa em solucionar o impasse em relação aos servidores da Suframa.

O parlamentar fez questão de registrar sua preocupação com a economia dos Estados atingidos por essa paralisação, e disse que irá acompanhar a votação e ver o que será decidido pelos deputados federais.

“Derrubado o veto, estaria resolvido o problema, pois cessaria a greve”, disse Serafim.

Sindiframa

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores da Suframa (Sindiframa), Anderson Belchior, os servidores acreditam que o veto presidencial será derrubado.

“O sindicato tem mostrado a importância da Zona Franca de Manaus para os deputados de outros Estados. Temos mais de 280 votos na Câmara e 60 no senado”, afiançou Belchior.

 

Por Especial Correio da Amazônia

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.