Brasil

Câmara de Goiânia institui 22 de julho como o Dia da Paz e da Conciliação

CAMARA-DE-GOIANIA
Redação
Escrito por Redação

A Câmara Municipal de Goiânia (GO) aprovou projeto de lei que instituiu o Dia da Paz e da Conciliação a ser comemorado anualmente em 22 de julho, numa referência a data em que o seringueiro José Gabriel da Costa (o Mestre Gabriel) criou a União do Vegetal, 22 de julho de 1961. O projeto foi sancionado pelo prefeito da cidade, Paulo Garcia (PT), em 23 de maio de 2016, transformando-se em lei.

Segundo essa lei, o Dia da Paz e da Conciliação na capital da Goiás tem o propósito de discutir, por meio de palestras e eventos, a necessidade de cultivar comportamentos voltados para conciliação, com o objetivo de fomentar uma cultura de paz. A data será incluída no Calendário Oficial de Eventos do Município de Goiânia.

O Centro Espírita Beneficente União do Vegetal tem quatro núcleos localizados na Região Metropolitana de Goiânia: Núcleo Rei Inca (Aparecida de Goiânia-GO); Núcleo Mestre Manoel Nogueira (Terezópolis de Goiás-GO); Núcleo Rainha da Luz (Aparecida de Goiânia-GO); e Núcleo Bem-te-vi (Aragôiania-GO).

Seis estados e mais de vinte municípios

A partir de 2011, para marcar o aniversário de 50 anos de criação da União do Vegetal, várias assembleias legislativas estaduais e câmaras municipais do País aprovaram projetos de lei que instituíram a data para marcar a busca da paz e da conciliação. As iniciativas dos projetos partiram de deputados estaduais e de vereadores. Depois de promulgados por governadores e prefeitos, os projetos viraram leis no Distrito Federal (2015) e em seis estados: Amazonas (2010), Roraima (2011), Paraná (2011), Pará (2012), Mato Grosso (2015) e Acre (2016); e em mais de 20 municípios brasileiros.

(UDV)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.