Política

Câmara e TRE vão ampliar parceria para agilizar o cadastro biométrico

Redação
Escrito por Redação

A Câmara Municipal de Manaus e o Tribunal Eleitoral do Amazonas(TRE-AM) vão reforçar a parceria de cooperação que mantém desde o mês de março, com a finalidade de intensificar o serviço de cadastramento biométrico do eleitorado manauara. A decisão foi confirmada, durante encontro do presidente Wilker Barreto (PHS) com a presidente do TRE, desembargadora Socorro Guedes Moura.“Vamos ampliar a nossa colaboração para somarmos esforços, visando a identificação dos eleitores de Manaus dentro do cronograma de serviços da Justiça Eleitoral, que pretende concluir o cadastramento até o mês de janeiro de 2016”, disse o vereador Wilker Barreto, ao esclarecer que a Câmara Municipal, inicialmente colocou 41 funcionários à disposição do Tribunal Eleitoral.
Wilker não definiu como será feita a ampliação do acordo de cooperação com o TRE. No entanto, ele prometeu à desembargadora Socorro Guedes na disponibilidade funcional da casa legislativa para ajudar a suprir a carência de material humano para fazer o atendimento nos atuais dez postos descentralizados que, hoje, encontram-se em funcionamento na cidade de Manaus.

Dez mil por dia

A meta da Justiça Eleitoral, segundo a desembargadora Socorro Guedes Moura, é cadastrar até dez mil pessoas diariamente a partir do próximo mês de agosto. “Precisamos de apoio para agilizar os serviços e cumprir o objetivo de concluir a biometria dos eleitores da capital até o início do próximo ano”, esclareceu a magistrada, ao ressaltar a importância da parceria com a Câmara Municipal.

Até o momento – prosseguiu – uma média de 1.200 eleitores são atendimentos diariamente. Até agora 132 mil eleitores de Manaus foram cadastrados biometricamente. Atualmente, o Tribunal Eleitoral dispõe de kits biométricos (conjunto de equipamentos utilizados para coleta das impressões digitais e atualização e atualização dados cadastrais dos eleitorais) em quantidade suficiente, verificando uma carência de material humano para agilizar o atendimentos nos postos descentralizados.

O presidente da CMM, vereador Wilker Barreto, mostrou-se sensibilizado diante do apelo da presidente do TRE, e prometeu envidar esforços para disponibilizar um maior número de funcionários do legislativo municipal para dar celeridade aos trabalhos. “Vamos avaliar a melhor forma de ajudarmos nesse procedimento importante, a fim de regularizar o eleitorado de Manaus junto à Justiça Eleitoral e deixá-lo apto para exercer a sua cidadania na hora de votar”, afirmou.

Em Manaus, a meta do Tribunal Regional Eleitoral é fazer o cadastro de mais de 1,2 milhão de eleitores. Para fazer o cadastramento biométrico o eleitor deve agendar pelo site da instituição e precisa levar aos locais de atendimento o título, comprovante de residência e carteira de identidade.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.