Amazonas Destaques Política

Câmaras Municipais do AM receberão orientações sobre leis ambientais

Paulo Radin(Ccoti) e William Resende(IBAM), tratam sobre orientações/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Uma nova frente de atendimento aos municípios do interior, está sendo organizada pelo Centro de Cooperação Técnica do Interior (CCoti), da Assembleia Legislativa do Amazonas que, em parceria com o Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam), vai levar aos vereadores dos 62 municípios amazonenses, apoio e orientação para promover a atualização das leis ambientais municipais.
A agenda dessa iniciativa começou a ser traçada na manhã de ontem, segunda-feira (22) pelo diretor do CCoti, Paulo Radin, em reunião com o analista socioambiental do Ibam, William Resende, conhecido como “Bill”. Os primeiros municípios a serem atendidos serão Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus) e Tefé (a 523 quilômetros de Manaus), entre os meses de março e maio.

Segundo William Resende, representante do Ibam, a parceria visa aproveitar a estrutura do Poder Legislativo e seu alcance nas câmaras municipais do interior para realizar os encontros e juntos discutir alternativas técnicas e econômicas de enfrentamento ao desmatamento e outros problemas que afetam o clima. “O instituto realiza financiamento por meio BNDES com recursos do Fundo da Amazônia, para ajudar os municípios no enfrentamento do desmatamento”, informou Resende.

Temas variados

O diretor do CCoti, Paulo Radin, destacou a orientação do presidente da Assembleia, deputado Josué Neto (PSD), no sentido de abrir um leque de oportunidades para os parlamentares do interior. Segundo o dirigente, o CCoti é um órgão do Poder Legislativo que auxilia os vereadores do interior naquilo que for pertinente no exercício do mandato. “A oportunidade está aberta para outros temas”, frisou.

Radin destaca que é preciso desmistificar a ideia de que o CCoti seja focado somente para revisão de leis orgânicas e regimentos internos. “Estamos aqui para auxiliar os vereadores de temas que vão da agenda do meio ambiente, da saúde, defesa do consumidor e outros que se fizer necessário”, mencionou.

Paulo Radin disse que os encontros que a Assembleia irá fazer em parceria com o Ibam são de suma importância “pois estão em debate questões relativas a políticas socioambientais, não só na região, mas em todo o mundo, e não tem ninguém no planeta que entenda mais de preservação da natureza do que os ribeirinhos que vivem aqui e conhecem como ninguém como funciona a natureza”.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.