Amazonas Política

Caminhada marca as comemorações do Dia Mundial da Consciência Negra, em Manaus

Movimento afrodescendentes, em Manaus/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e Conselho Estadual do Idoso (CEI/AM), vai realizar caminhada de conscientização sobre violência e maus-tratos contra a pessoa idosa,na segunda-feira (15), dia mundial sobre o tema, com concentração será às 08h00, no Largo São Sebastião, seguindo pela Avenida Eduardo Ribeiro até a Praça Eliodoro Balbi,  a conhecida “Praça da Polícia.”

A programação continua a tarde com uma palestra sobre tema às 14h00, no Centro de Convivência da Família Maria de Miranda Leão na Av. Loris Cordovil, bairro Alvorada 1. No dia 16, terça-feira, acontece uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Amazonas.

Segundo estatística da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP), de janeiro a abril deste ano foram registradas 2.603 ocorrências de crimes contra o idoso. A maior incidência está relacionada a furto (598), seguido de ameaça (297), roubo (262) e perturbação da tranqüilidade (170). Em todo o ano de 2014 foram registradas 6.265 ocorrências. As zonas com maior incidência de violação de direitos do idoso, em ambos os anos, são a Sul e Norte. Na faixa etária de 60 a 70 anos, o maior índice de vítimas é do sexo masculino, cerca de 53% do total.

A titular da Sejusc, Graça Prola, informa que a população pode denunciar qualquer crime de maus tratos contra o idoso pelos Disque 165 ou 100 e que a Rede de Atendimento ao Idoso do Amazonas composta por vários órgãos de atenção a esse público intensificou os trabalhos de conscientização, informação e atividades nos últimos anos. “A Rede vem trabalhando para atender e acolher melhor a pessoa idosa. Informar e conscientizar à população que praticar violência contra o idoso é crime, previsto em lei. Quem é vítima deve procurar ajuda do Estado que possui ferramentas específicas, pois, sabemos que infelizmente ainda existem muitos casos de abandono, abuso financeiro, agressão física e psicológica, maus tratos e tantos outros crimes que os algozes são membros da própria família”, informa.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.