Entretenimento

Carro reformado do “Lata Velha” é vendido e se transforma em spa de cobras

Redação
Escrito por Redação

Em 2008, o apresentador Luciano Huck entregou ao uruguaio Javier uma Kombi de tatuagem reformada. Era mais uma edição do famoso quadro do “Caldeirão do Huck”, “Lata Velha”.

O tatuador que cantou e interpretou no palco do programa a música “Livin la vida loca”, de Rick Martim, conseguia com isso uma oportunidade para ganhar a vida no país.

Mas a sorte de ter sido contemplado pela atração da Globo não ajudou no sucesso do negócio. Javier vendeu sua Kombi reformada de tatuagem e voltou para seu pais de origem, o Uruguai.

A atual proprietária, a terapeuta holística Sarah Zaad, comprou o veículo no final do ano passado e o transformou num spa móvel de cobras. Ela reclama das péssimas condições que adquiriu o bem.

“Até a caixa d’água o cara vendeu. Se olhar no vídeo tinha um lavatório. Quem mexe com tatuagem precisa de água por causa de higiene. Eu achei que a Kombi estivesse com a maca, com iluminação e abrindo teto solar. Na verdade ela estava toda destruída, sem forro, sem nada. Só tinha o volante e um banco improvisado. O cara simplesmente vendeu tudo e voltou para o país dele sem nada”, desabafa.

Entretanto, Sarah Zaad é a terceira proprietária do veículo. Ela comprou de uma rapaz que vende lanches na rua, que não se adaptou. “Ele fez um preço menor e eu fiquei feliz, porque eu consegui o que queria”, conta ela, que atende gratuitamente mulheres que sofreram algum tipo de violência doméstica, em comunidades carentes do Rio.

“Eu tentei entrar em contato com o Luciano Huck e não consegui. Queria que ele soubesse disso e não cometesse os mesmo erros. Na minha opinião tem que acontecer uma pesquisa mais profunda, se a pessoa realmente tem boa índole e se merece ganhar aquele bem”, diz Sarah, que sonha em ver seu spa de cobras ganhar uma reforma no “Lata Velha”.

(Na Telinha)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.