Formal & Informal

Carta assinada por presos que morreram na rebelião leva a demissão de diretor do Compaj

Carta assinada/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, confirmou nesta terça-feira (10), o afastamento do diretor interino do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) José Carvalho da Silva.

O afastamento se deu em razão de denúncias consideradas gravíssimas que constam em uma carta que acusam o diretor de receber propina da facção criminosa Família do Norte (FDN) para permitir a entradas de armas e drogas no presídio.

A carta é datada do dia 10 de dezembro de 2016 e é assinada pelos detentos Alcinei Gomes da Silveira e Gezildo Nunes da Silva, todos os dois mortos na rebelião do Compaj no dia 1º de janeiro deste ano.

Carta assinada/Foto: Divulgação

Antes de morrerem, Alcinei e Gezildo já tinham escrito que estavam sendo ameaçados de morte e acusavam o diretor José Carvalho da Silva de receber propina para permitir a entrada de drogas e arma para os integrantes da FDN.

O governador José Melo anunciou que se for comprovado a veracidade das denúncia vai exonerar e mandar prender o diretor denunciado.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.