Amazonas Política

‘Carta para nação brasileira’, da Conferência Cristã, será enviada à Presidente Dilma Rousseff

Plenária da Conferência Cristã/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A Primeira Conferência de Liderança Cristã, que teve o tema “O Brasil que queremos”, terá como resultado a entrega da “Carta para a nação brasileira”, aos presidentes da Câmara dos Deputados, do Senado Federal e à Presidente da República, Dilma Rousseff.
O documento, elaborado a partir de questionamentos e sugestões apresentados pelos participantes durante o evento na tarde de ontem, está sendo encaminhada à Brasília hoje. O encontro foi encerrado, ontem(29), no Centro de Convenções do Amazonas (CCA) Vasco Vasques, sob a organização da Ordem dos Ministros Evangélicos do Amazonas (Omeam).

A conferência recebeu como palestrantes o presidente da Câmara Federal (PMDB-RJ), deputado Eduardo Cunha; o ex-ministro da Pesca, senador Marcelo Crivella (PRB-RJ); o senador Magno Malta (PR-ES); o líder da frente parlamentar evangélica na Câmara Federal, deputado federal João Campos (PSDB-GO); o presidente da Comissão do Projeto de Lei do Estatuto da Família, deputado federal Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ) e o titular da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputado Marcos Rogério (PDT-RO).

Para o deputado federal Silas Câmara  (PSD-AM), intermediador da conferência, a ideia da elaboração da carta é viabilizar conquistas sociais e reconhecimento ao povo amazonense. Ele frisa que o documento não terá definição de autor e que o texto base envolverá questões como “distribuição de renda”, “conclusão da BR-319”, “propostas que reforcem o modelo ZFM (Zona Franca de Manaus”, dentre outros. “O encontro é uma manifestação democrática em favor de um Brasil melhor. O Amazonas precisa se posicionar frente às discussões político e econômicas nacionais, sem desconsiderar o contexto familiar”, explica.

O deputado ainda enfatiza a importância da defesa da família que segundo ele não pode ser atribuída somente como papel do governo. “A família precisa ser preservada e deve obedecer aos princípios bíblicos”.

De acordo com o deputado Eduardo Cunha, esse foi o primeiro de uma série de encontros que deverão acontecer nas demais capitais do país. O presidente ainda anunciou que a primeira carta dará corpo a um documento final que também será encaminhado à câmara dos deputados e à presidência da república. “É uma preparação para a conferência nacional. Ao final teremos uma carta que será apresentada à presidente Dilma. Esse documento expressará qual o Brasil que queremos. Vamos indicar caminhos, registrar propostas. Se o governo considerar as propostas, com certeza, o Brasil avançará”, disse.

O senador Magno Malta falou sobre a importância de abordar questões relacionadas à família. “Vivemos em uma sociedade democrática e precisamos considerar que o princípio e a base de tudo é a família. A regra da convivência é o respeito”, frisou.

O senador Marcelo Crivela comparou o Amazonas à figura bíblica do jardim do Éden ao citar que o Estado abriga a maior área verde do mundo. Ele explicou que da mesma forma que Deus iniciou o processo da criação naquele jardim, também inicia uma nova etapa cristã e política no Amazonas, a partir da primeira conferência. “Defendemos a família porque ela foi constituída por Deus desde o paraíso e é importante que esse patrimônio seja defendido”, expressou.

O evento reuniu cerca de 2,5 mil pessoas da capital e do interior.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.