Entretenimento

CEOs do Facebook e do Twitter são ameaçados pelo Estado Islâmico

Redação
Escrito por Redação

Por meio de vídeo divulgado recentemente, os fundamentalistas do Estado Islâmico ameaçam os fundadores do Facebook, Mark Zuckerberg, e do Twitter, Jack Dorsey. O ódio é justificado pela ação das duas mídias no sentido de deletar perfis supostamente relacionados ao terrorismo.

Segundo o Daily Mirror, de 2015 para cá o Twitter já fechou 125 mil contas – a empresa justifica que só apaga um perfil após denúncias de outros usuários.

“Se vocês fecharem uma conta, nós tomaremos dez em troca. Em breve os seus nomes serão apagados, após deletarmos os seus sites”, diz um trecho do vídeo, que no total tem 25 minutos.

As redes sociais são um dos principais meios utilizados pelo Estado Islâmico para angariar combatentes.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.