Amazonas Educação

Cerca 1,6 mil estudantes passam por avaliação de aprendizado na Seduc

Estudantes passam por avaliação na Seduc/Foto: assessoria
Redação
Escrito por Redação

Com o objetivo de obter um diagnóstico do aprendizado dos estudantes, para projetar melhorias contínuas nos métodos de ensino, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) exames avaliativos direcionados a 1,6 mil estudantes.
As avaliações, aplicadas em Manaus, foram organizadas pela Coordenadoria Distrital de Educação 1 da Seduc e foram direcionadas a alunos matriculados entre o 1º e 4º ano do ensino fundamental e do projeto Avançar.

De acordo com a coordenadora adjunta pedagógica do Ensino Fundamental (Anos iniciais) da Coordenadoria Distrital de Educação 1, os diagnósticos resultantes das avaliações oferecerão subsídios para que os professores possam planejar as estratégias de intervenção pedagógica necessárias. “Consideramos esta uma ação essencial para que o docente estabeleça um planejamento pedagógico eficaz e de forma aprofundada, envolvendo, inclusive, os pais dos alunos aos quais serão informadas as qualidades e dificuldades registradas no processo de aprendizagem de seus filhos”, informou Cristiane.

Uma vez aplicadas as avaliações, a Coordenadoria Distrital explica que será realizada a análise do diagnóstico, com a qual o professor poderá elaborar planos de intervenção pedagógica para sanar os déficits e potencializar a qualidade do ensino de forma coletiva e individual.

Para auxiliar as avaliações e projetar a melhoria contínua do aprendizado estudantil, a Seduc também elaborou e disponibilizou cadernos de exercício para suas escolas, cuja correção permite aos professores o mapeamento do nível de conhecimento de suas turmas, podendo estes detectar as dificuldades de aprendizado e realizar intervenções pedagógicas para melhorar o ensino.

Para a professora da escola estadual Carvalho Leal, Soraya Freire, as avaliações de diagnóstico são importantes pois permitirão um planejamento pedagógico consistente. “Estou atuando como professora em turmas do 4º ano do ensino fundamental e a partir destas avaliações já poderei preparar materiais específicos, com descritores, visando a melhor participação dos alunos na Prova Brasil do ano que vem”, disse a professora, acrescentando que a preparação deve ser contínua e com base na realidade do aluno.

As avaliações contaram com a participação de estudantes de 14 unidades de ensino, sendo elas as escolas estaduais Balbina Mestrinho, Barão do Rio Branco, Carvalho Leal, Cônego Azevedo, Euclídes da Cunha, Getúlio Vargas, Isabel Barroncas, Pe. Agostinho Martin, Plácido Serrano, Princesa Isabel, Ribeiro da Cunha, Santa Luzia, Helena Araújo e Hermenegildo de Campos.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.