Amazonas Política

Cerca de 2.200 apartamentos serão entregues à população até dezembro, anuncia Melo

Melo faz vistoria nas obras do "Viver Melhor II"/Foto: Herick Pereira
Melo faz vistoria nas obras do "Viver Melhor II"/Foto: Herick Pereira
Redação
Escrito por Redação

Serão entregues, até o final deste ano, 2.256 unidades habitacionais, já em construção, de acordo com o anúncio feito ontem(17), pelo  governador José Melo, durante vistoria à obra do Residencial Viver Melhor II, no bairro Monte das Oliveiras, na zona norte da cidade. Segundo ele, o programa habitacional terá impulso no interior a partir do ano que vem com o início da construção de 4.783 moradias para a população em 31 cidades.
Acompanhado de uma comitiva de deputados estaduais e secretários de Governo, José Melo vistoriou o andamento das obras do Residencial Viver Melhor II, que está com 75% dos trabalhos concluídos. Construído pelo Governo do Amazonas em parceria com o Governo Federal, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, o Residencial possui dois mil apartamentos. Desse total, 1.968 já estão construídos e em fase de acabamentos. Além dos apartamentos de dois quartos, sala, cozinha e banheiro, o conjunto também é dotado de equipamentos sociais como um centro comunitário, áreas esportivas e uma estação de tratamento de água e esgoto.

Segundo o governador, novos projetos habitacionais estão sendo desenvolvidos para reduzir o déficit de moradias em todo o Estado. Para o interior, já estão projetadas 6.140 residências. Desse total, 4.783 receberam aprovação do Ministério das Cidades e estão em fase de finalização dos contratos para começar as obras em 2016. Em Manaus, um conjunto habitacional de 2,3 mil unidades está em análise pela Caixa Econômica Federal.

“Estamos com projetos de construção de novas unidades habitacionais para reduzir o déficit. Nesse sentido, trabalhamos em duas áreas. A primeira é construindo as casas e apartamentos e a segunda é concedendo o título definitivo de terra para que as pessoas tenham a segurança e possam melhorar suas casas”, destacou o governador.

José Melo antecipou que estuda a fusão da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab) com a Secretaria de Política Fundiária (SPF), mas que a unificação das secretarias não vai afetar o programa habitacional do governo. Iniciado em junho de 2013, o Residencial Viver Melhor II teve sua data de inauguração marcada para o mês de dezembro pelo governador. O conjunto é dotado de toda a infraestrutura urbana como ruas asfaltadas, água, energia elétrica, estação de tratamento de esgoto e arborização.

Os futuros moradores serão escolhidos através do banco de dados da Suhab, que conta com aproximadamente 20 mil cadastrados. As famílias a serem beneficiadas precisam atender no mínimo dois dos seguintes critérios:  possuir renda familiar de até R$ 1.600; ter a mãe como chefe de família; famílias com membros que possuam doenças degenerativas; idosos e portadores de deficiência; famílias com pessoa com deficiência; e residir em Manaus no mínimo por três anos.

A obra gera mais de mil empregos diretos e indiretos e está orçada em R$ 131.971.000,00, sendo R$ 7.971.900,00 do Governo do Estado e R$ 124.000.000,00 financiados pela Caixa Econômica Federal.

Outras inaugurações – Além do Residencial Viver Melhor II, o governador José Melo anunciou que outros dois conjuntos habitacionais deverão ser entregues até o final do ano. Um deles é o conjunto Ozias Monteiro II, localizado na avenida Noel Nutels, Cidade Nova, quinta etapa, zona norte de Manaus. Com investimentos de R$ 12,4 milhões, o conjunto tem 192 apartamentos e está sendo construído pelo Governo do Estado em parceria com o Ministério das Cidades, através do Plano de Aceleração do Crescimento, PAC, por meio da Caixa Econômica Federal, que financia parte do empreendimento.

O calendário de inaugurações deste ano também inclui a entrega da última etapa do Conjunto Viver Melhor IV, em construção no bairro Santa Etelvina, nas proximidades do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.